Fechamento - Junho 2013

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Mês sangrento para a bolsa de valores brasileira. Poucas empresas resistiram ao desastre que foi este mês. E das que fecharam no positivo eu ainda arrisco a dizer que a maioria foi porque teve uma queda muito forte nos últimos dias do mês anterior (maio/13) e portanto partiu de um patamar já baixo.

Como  não poderia ser diferente, a minha carteira sofreu bastante, mas pelo menos conseguiu fechar um pouco acima do Ibovespa (fato relevante para uma carteira 100% RV - ações).

O que salvou um pouco o foi a última semana que fechou ligeiramente positiva. Olhando a rentabilidade semanal versus o Ibovespa, foi possível notar uma característica interessante, quando o Ibovespa caiu a carteira caiu menos e quando o Ibovespa subiu (última semana) a carteira subiu um pouco a mais. Veja abaixo a rentabilidade separada em cada semana.

Rentabilidade Semanal


Com a bolsa caindo do jeito que estava, eu não resisti e fiz uns aportes extras, que foram direcionados para a carteira de sócio (Buy & Hold), aproveitando as "promoções" do mês. No total os aportes foram de cerca de 16% do valor do saldo no final do mês anterior, o que não representa um crescimento da carteira neste montante uma vez que a rentabilidade foi negativa. Estes aportes foram responsáveis por alterar a relação entre a carteira de sócio e a de trade de 72/28 no mês passado para 80/20 neste mês. A composição da carteira  ficou da seguinte maneira:



1) Carteira de Sócio

Rentabilidade no mês: -5,97% (Ibovespa -11,31%)
Rentabilidade acumulada 2013: -8,39% (Ibovespa -22,14%)

Esta carteira tem uma composição mista de blue chips e ações defensivas. Neste mês os aportes foram balanceados nas seguintes ações (CCRO3, AMBV4, CIEL3, VALE5, PETR4 e ITUB4), de maneira a balancear a carteira e aproveitando as "promoções". Como eu já havia antecipado no mês passado, estou diminuindo o peso das blue chips na carteira. Estas (VALE5, PETR4, GGBR4 e ITUB4) que já representaram mais de 50% fecharam o mês com peso de 43,7% da carteira.

A únicas no positivo no mês foram CIEL3 (+1,82%) e AMBV4 (+1,92%). Além disso, destaco também que VALE5 (-5,58%) e GGBR4 (-3,37%), com grande peso no Ibovespa, tiveram rendimento muito superior ao índice.

Por outro lado, os destaques negativos foram PETR4 (-19,30%), ITUB4 (-11,20%), GETI4 (-9,33%) e CCRO3 (-9,42%). Por um lado soa estranho, uma vez que ações defensivas como as concessionárias GETI4 e CCRO4 normalmente caem menos que o índice Ibovespa, porém, por outro lado, isso reflete o ambiente de incerteza provocado pelas manifestações por todo o pais ao longo do mês e o temores do mercado de intervenção do governo nas concessionárias, para reduzir tarifas (ou impedir aumentos).

Veja abaixo como está a carteira de sócio:




1) Carteira de Trade

Rentabilidade no mês: -10,43% (Ibovespa -11,31%)
Rentabilidade acumulada 2013: -14,58% (Ibovespa -22,14%)

A rentabilidade da carteira é uma demonstração que é muito difícil acertar o "timing" do mercado, já que a carteira ficou muito próxima ao Ibovespa. No acumulado do ano, esta carteira ainda ganha do índice, graças à "boa" rentabilidade nos meses anteriores.

Não fiz nenhum aporte nesta carteira, mas fiz algumas movimentações de acordo com o mercado, por entender que algumas ações ofereciam muito risco, foram elas:

Vendas: 
VLID3
ELPL4
BRML3
BRPR3 (que adquiri ao longo do mês e vendi uns dias depois)
ABRE11

Compras:
GOAU4 (aumento de posição)
CMIG4 (aumento de posição)
BRPR3 (que foi vendida em seguida)
AUTM3 (após uma queda muito forte deste papel, consegui pegar fundo e acumula subida de mais de 8%)
HGTX3 (aumento de posição)
CSAN3 (apostei na subida mas ainda está praticamente no zero a zero)

As movimentações foram feitas tentando posicionar-se bem para a esperada recuperação do mercado. Os destaques negativos do mês foram HGTX3 (-18,68%), CMIG4 (-8,04%) e PDGR3 (-8,66%). Vou desconsiderar OGXP3 (-42,75%) pois tenho uma porção tão insignificante que sua rentabilidade em pouco impacta a carteira. Não vale a pena nem vendê-la, pois mal pagaria a corretagem. Já CSAN3 (-8,54%) e AUTM3 (-10,07%) devem ser desconsideradas pois no momento que comprei já estavam desvalorizadas e tiveram impacto positivo na carteira. 

Veja abaixo a composição da carteira de trade.



Rentabilidade Geral

A rentabilidade geral da carteira no mês de junho, de acordo com o sistema de cotas do AdP, foi de -6,90%. Apesar de muito ruim, ainda assim melhor que o Ibovespa que foi -11,31% no mês de junho/13.

No acumulado do ano, minha carteira está em -10,73%, enquanto o Ibovespa já acumula queda de -22,14%.

Veja abaixo o gráfico que representa a rentabilidade mensal e acumulada da carteira (vermelho) e Ibovespa (azul)



Conclusão

Não tem muito o que dizer. Da forma como se comportou o mercado, creio que poucas carteiras 100% em RV tiveram a sorte de não ficar no negativo. Este definitivamente não foi o meu caso. Vou tentar aproveitar o baixo patamar do Ibovespa pra continuar com as compras e esperar pela recuperação do mercado.


Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

10 comentários

  1. Tomar cuidado com este tipo de posicionamento: "Vou desconsiderar OGXP3 (-42,75%) pois tenho uma porção tão significativa que sua rentabilidade em pouco impacta a carteira", isto para mim é se enganar, auto-sabotagem, por menor que seja o capital, perda é perda, investimento ruim é investimento ruim, pense bem. Tomar cuidado também com estes aportes no setor siderúrgico, eu trabalho neste setor há 15 anos e posso lhe dizer que as revisões são as piores possíveis nos próximos anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó, com respeito a OGXP3, eu percebi que você entende corretamente mas mesmo assim corrigi o texto, onde se lê "significativa" para "insignificante".
      Com relação ao seu comentário, quero que entenda que o valor é tão baixo, mas tão baixo atualmente na carteira que não vale a pena nem eu me desfazer do ativo agora, pois vender e colocar o dinheiro em outro lugar mal paga a corretagem de saída e entrada.
      Não estou me auto-sabotando, pois a perda está contabilizada e sei que é um investimento ruim. Se analisar, a minha porção em OGXP3 representa menos de 0,2% da minha carteira total, portanto se ela virar pó na prática eu "não perdi nada" com os valores atuais. Minha decisão é, faça chuva ou faça sol, eu vou deixar aí paradinho, quem sabe daqui a uns 20 anos um lotezinho dela não tenha um valor.
      Com relação ao setor siderúgico, eu te entendo e concordo em partes com você. O fato é que a situação está ruim, mas o mercado de certa forma já precificou o pessimismo geral, portanto creio que os lucros vão cair em VALE5 e GGBR4, mas de qualquer forma são empresas boas que no longo prazo devem continuar boas (ou não).
      Abraços,

      Blog Economicamente Incorreto
      http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br

      Excluir
    2. Torcer para sua Vale e Gerdau, mas que tem emrpesar melhores por aí tem. Sobre a OGX, por mais que vc se esforce em encará-la como insignificante, tenho certeza que quando você pensa o motivo que lhe fez comprar você não acha respostas, é algo que você vai esconder de você mesmo até resolver vender, meio psicológico, rs.

      Excluir
    3. Ah, com certeza tem empresas melhores neste momento, mas tenho dúvidas se existem muitas empresas tão sólidas (neste caso estou falando de Vale). A ideia é manter por mais de 20 anos, neste caso vira quase uma renda fixa, pois no longo prazo ela tende a ganhar bem da inflação.
      Esse lance da OGX pode até ser psicológico, mas HOJE ela é insignificante pra mim. Não estou dizendo que o que perdi foi insignificante, porque apesar do pouco valor, não foi, mas também não dá pra dizer que perdi muito dinheiro com ela. O melhor da OGX pra mim foi o aprendizado, pois quando comprei, em torno de R$ 2,00 eu achava que seria impossível cair muito mais, mas ela continuou caindo em grandes solavancos. Não stopei porque já era tarde demais, então agora vou deixar aí "pra sempre" ...
      Valeu!

      Excluir
    4. no longo prazo a única coisa que tenho certeza é que todos vamos morrer, rs. Sobre a vale, penso que estamos muito atrelados ao consumo da china, e este país para mim é uma incógnita. Mas parece que para os gestores da vele o futuro é promissor, pois investirão pesado na nova mina de carajás. Sobre a OGX, já que o valor é insignificante, ficaria apenas com o aprendizado e venderia, mesmo que seja para comprar balas para os filhos, rs.

      Excluir
  2. Continuo sem entender a carteira de trade. Com essa queda toda, pq não stopou?

    Um abraço!


    Curta o Facebook de El Rei!

    https://www.facebook.com/pages/Investidor-Troll-El-Rei/560689393982823

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troll, entenda que minha carteira de "trade" é uma carteira de curto/médio prazo. Não faço day-trade e também não tento ganhar pequenas porções no curtíssimo prazo.
      Pode ser que eu esteja usando o nome inadequado, mas meu objetivo com esta carteira é manter uns 5 ou 6 ativos de boas empresas, com potencial (ao meu critério) de valorização nas próximas semanas ou meses. Costumo esperar os resultados trimestrais. Meu objetivo é de lucros de 10% a 15% e stop em perdas superiores a 10%. Na prática tento acertar o "timing" do mercado, ao estilo "os axiomas de zurich".
      Repare que os stops foram feitos em BRML3, BRPR3, ABRE11, VLID3 e ELPL4, mas minha estratégia é nunca ficar com dinheiro parado, portanto sigo 100% posicionado, alterando a posição conforme o momento do mercado.
      Abraços,

      Blog Economicamente Incorreto
      http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br

      Excluir
    2. Estamos em um momento que não dá para fazer trade com período superior a 2 dias, só se for na ponta vendedora, vc só atua na ponta compradora?

      Excluir
  3. Amigo, gostaria de lhe dizer que gosto da forma que vc escreve, bem simples. Não precisa de mais. O elogio, não foi feito em virtude do pedido que lhe faço. rsrs. Gostaria de saber qual ferramenta que vc usa para seu controle de carteira, eu tava usando o site controlaçao que é bom, mas possui alguns errinhos. Se vc puder me ajudar eu agradeço.
    Esse mês vai ser melhor!

    ResponderExcluir
  4. Oi Arlindo, obrigado pela visita e pelos gentis comentários.
    Para controle dos ativos eu uso uma planilha que construi, além das planilhas disponibilizadas pelo Blog Além da Poupança para o controle de rentabilidade baseado num sistema de cotas. No Blog Alem da Poupança, existe uma planilha que é muito boa para controle de ativos, incluindo a descrição da metodologia. Eu não utilizei esta parte porque eu já tinha minha planilha própria e achei que não valeria a pena alterar. Minha sugestão é que você utilize a planilha do ADP.
    Abraços,

    Blog Economicamente Incorreto
    http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas