Como abrir uma conta corrente nos Estados Unidos

sábado, 6 de dezembro de 2014

Amigos, como eu havia comentado no post Vai pedir para a Dilma, em que refleti minha revolta com a reeleição da presidente, eu decidi encontrar maneiras legais de remeter dinheiro para o exterior como forma de proteção do patrimônio, e para isso o primeiro passo era abrir uma conta nos EUA.

Na minha recente viagem para a terra do tio Sam eu consegui abrir uma Checking Account (que é como eles chamam a conta corrente) e vou compartilhar aqui a minha experiência.

O primeiro passo foi pesquisar, antes de sair do Brasil, quais os documentos necessários e uma busca na Internet deu indicações que bastava apenas um passaporte, um segundo documento com foto e um endereço (que pode ser do Brasil) para abrir a conta.

Depois eu pesquisei quais instituições abriam a conta apenas com estes documentos e pelo que vi não existem muitas restrições e praticamente todas as instituições que tem agências físicas o fazem, desde que você vá pessoalmente a uma agência. Procurei quais das principais instituições bancárias tinham agências na cidade em que eu iria e selecionei o Bank of America e o Wells Fargo.

Entrei em contato com ambos que confirmaram a informação e disseram que teriam o "maior prazer" em abrir uma conta e receber meus depósitos. (claro, qual banco não quer dinheiro?)

O banco escolhido foi o Wells Fargo, primeiro por ser umas das mais tradicionais e sólidas instituições financeiras dos EUA e também porque um dos maiores acionistas é o mito Warren Buffett, o que aumenta a probabilidade da empresa ser bem administrada e segura.


Fui até a agência e o processo foi bastante rápido e cortês. Apresentei os documentos necessários, respondi a algumas questões e o "banker" me explicou as características da conta.

A conta que abri é a mais simples, chamada de Everyday Checking.

Algumas características:

- Depósito inicial de $50
- Tarifa mensal de $10 (gratuito para quem tem saldo médio de $1500 ao longo do mês)
- Acesso ao Internet Banking, Aplicativo Móvel, ATMs e Cartão de Débito
- Necessário ter também uma Savings Account (poupança com rendimento de cerca de 0,01% a.a., no caso do Wells Fargo).
- A Savings Account é gratuita se você tiver pelo menos $300 em saldo

Mais características desta conta aqui

Fiz um depósito inicial de $1500 na Checking e $300 na Savings e em cerca de 30 minutos eu já estava saindo da agência com tudo pronto, incluindo:

- Kit de boas vindas, contendo os regulamentos (Agreements, Terms and Conditions) e informações sobre a conta;
- Talão de Cheques
- Talão de Depósitos (para facilitar na hora de fazer o depósito)
- Cartão temporário (imagem abaixo)


E ainda ganhei de brinde uma bateria back-up, destas que você pluga e carregam o celular.

Cerca de 1 semana depois recebi na minha casa, no Brasil, o cartão definitivo.

Depósitos

Os depósitos no futuro podem ser feitos diretamente na conta, levando dinheiro em espécie e depositando em uma agência lá nos EUA ou então através de remessa pela conta do meu banco no Brasil. Todos os bancos oferecem este serviço, mas as taxas cobradas variam.

Eu fiz uma remessa e vou contar mais detalhes em breve, em outro post.

Abraços


105 comentários

  1. Legal seu post, só que você não deixou claro o principal: a tal forma de proteção do patrimônio, como vai ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo, respondi ali abaixo ao Estagiário. Veja se responde sua pergunta.
      Abraços

      Excluir
    2. com o dolar onde esta vc acertou em cheio hem parabens

      Excluir
    3. Anon, nem tanto. Eu gostaria de ter enviado mais antes. Agora está complicado.
      Abraços

      Excluir
    4. Mto bom seu post, sabe de alguma agência que não tem a necessidade de ir pessoalmente ?
      Quero abrir conta no exterior mas quero abrir do brasil, sabe de alguma ?

      Excluir
    5. Phillipe,
      Ouvi falar que através do HSBC e do BB (através do BB Americas) é possivel, mas não sei detalhes.
      Abraços

      Excluir
  2. Bem interessante o post, quando tiver minha cidadania italiana pretendo ter uma conta na Europa. Acho que um detalhe importante é verificarmos como funciona a questão tributária dos países envolvidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio, eu acho a ideia ótima. Não custa nada manter uma graninha fora do país. ter o dinheiro lá fora não tem problema nenhum do ponto de vista tributário lá. Aqui você tem que provar que ganhou o dinheiro aqui e transferiu para lá e então não deve nada ao fisco.
      Tem apenas que declarar isso na declaração anual.
      Abraços

      Excluir
  3. Muito bom EI, vejo aos poucos movimentos de vários membros em terras do tio sam. Já estava pensando nesta possibilidade e seu post encoraja a esta atitude.
    O duro é que lá fora, a análise das empresas é mais difícel, mas não impossível. Quem é craque nisto é o VD.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poney, também tenho notado isso. Ainda não penso muito no investimento no exterior, mas em manter o dinheiro lá são e salvo. Comprar ações lá já é outro papo. Quem sabe um dia.
      Abraços

      Excluir
  4. EI,

    Bela postagem... Mas não entendi o fator "proteção". No caso, acredito que a compra de moeda em espécie ou ainda ouro seria mais apropriado e com menos taxas, contudo, acredito que a experiência deva ter sido boa :)

    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estag,

      O fator "proteção" significa manter meu patrimônio em um lugar seguro realmente seguro.

      Desde a reeleição da Dilma eu tomei a decisão de ter uma parte do meu patrimônio em moeda estrangeira, não como investimento com foco em rentabilidade, mas como proteção mesmo, no sentido de "não perder algo que conquistei". US$ 10mil serão US$ 10mil por muito tempo em qualquer lugar do mundo. Mesmo que talvez no Brasil o valor sofra uma certa volatilidade devido ao câmbio.

      Na minha visão eu tinha 3 formas de fazer esta proteção:

      - Compra de moeda em espécie, com o risco de ter que guardar em casa
      - Fundo cambial, risco e custos associados ao banco
      - Acumular em conta no exterior, parecido com papel moeda (pouco custo a mais), mas com a vantagem de estar em um banco e no exterior, portanto se um dia esta bagaça aqui virar uma Venezuela ou Argentina, meu dinheiro está lá fora e eu posso me beneficiar disso.

      Além de tudo isso, como viajo bastante a trabalho ao exterior e tenho a vantagem de fazer minhas compras com o cartão de débito sem a necessidade de pagar o maldito (e absurdo) IOF de 6,38%.

      Meu objetivo é acumular entre US$50K e US$100K, mas se um dia o governo mudar aqui e mudar o direcionamento, inclusive o IOF do cartão, posso abandonar esta ideia e repatriar o dinheiro.

      Abraços

      Excluir
    2. É melhor deixar em alguma savings account ou algum produto de renda fixa, como ETFs de curto prazo ou com gestão ativa do que deixar o dinheiro parado na conta.

      Pelo menos rende um pouquinho.

      Abçs!

      Excluir
    3. II, por enquanto está parado, pois o valor é pequeno, mas em breve devo pensar em obter alguma rentabilidade. O problema é que preciso entender melhor as questões relacionadas ao fisco lá e aqui.
      Abraços

      Excluir
    4. Boa tarde Ei, você já sabe como funciona isto com relação ao fisco? Você tem que declarar isto aqui e/ou lá nos eua?

      Excluir
  5. Legal o post.

    Tem um artigo no meu blog com a lista de taxas cobradas para remessa ao exterior. Se te interessar me avisa lhe envio o link.

    Surgiu uma dúvida será que não conseguiríamos abrir essa conta sem precisar de ir lá ? Tipo via internet.

    Se abrir uma conta em um banco internacional como Citi ou Hsbc eu consigo depositar e sacar aqui no Brasil ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VdD,

      Eu vi a postagem, é essa aqui né http://viverdedividendos.org/melhores-taxas-para-remessa-internacional-de-dinheiro/

      Achei bem interessante, a minha experiência de remessa pelo Itaú foi com custos mais baixos que o que você informou.

      O custo por remessa é de R$ 60,00. O Spread foi de cerca de 5% mesmo. Além disso, o Wells fargo cobrou uma taxa de US$16 para receber a remessa.

      Com respeito a abrir a conta sem ir pessoalmente, pelo que vi, pelo menos nos bancos de lá, não é possível. Para abrir remotamente eles pedem para iniciar o processo pela Internet com o Social Security Number (CPF de lá) e sem isso não deixa nem avançar no processo.

      Não sei se a pessoal ligar diretamente na agência e combinar de enviar os documentos pelo correio se é possível, mas acho que não.

      Já com os bancos internacionais, eu também não consegui achar uma forma, pois é meio independente. Facilita o processo de transferência, mas a remessa tem que existir, provavelmente por exigência do Banco Central e da Receita. Não acho que dá para depositar aqui no Brasil em uma conta lá de forma transparente.

      Já o saque é mais fácil. Eu mesmo, pelo que entendi posso fazer saques aqui no Brasil de minha conta de lá, assim como pagar com o cartão normalmente.

      Se alguém passar por aqui e tiver mais dicas sobre estes pontos de abrir a conta no exterior sem ir pessoalmente ou sobre os bancos internacionais seria legal compartilhar para divulgarmos.

      Abraços

      Excluir
    2. Sim tem que fazer a remessa mas a vantagem de abrir nesses bancos internacionais é q vc não paga taxa de transf para fazer remessa a essas contas, no final isso faz uma baita diferença.

      No começo do ano estava conversando com uma gerente de contas internacionais do HSBC questionei sobre a possibilidade de abrir uma conta no exterior, mas que não tinha endereço nos EUA e a informação que ela me passou foi q o pessoal abria contas lá sem ter endereço mas depois de um tempo o banco precisava mandar informações para o Brasil e que a receita solicitava o fechamento e o pessoal recebia um cheque com o saldo.

      Se realmente você conseguir ficar com a conta movimentando por mais de um ano e não for encerrada me anima de abrir uma lá, mesmo não sendo no HSBC como vc fez.

      Excluir
    3. VDD,

      Sobre não pagar a remessa eu não sabia e realmente é um grande diferencial.

      Acho estranho esta informação que eles fecham a conta e nunca ouvi falar nisso. Quando abri a conta lá, ficou bem claro que eu não era residente dos EUA e não me pareceu que isso fosse um problema. Inclusive recebi um formulário em casa para declarar que eu não era residente e com isso não precisava declarar imposto lá.

      Espero que a situação permaneça assim, pois além da segurança que citei acima, me quebra um galhão em viagens com a economia do IOF do cartão.

      Abraços

      Excluir
    4. Vdd, como feedback, a conta aberta há mais de 1 ano permanece aberta e sendo movimentada sem problemas.
      Abraços

      Excluir
  6. parabéns pelo texto! sanou uma dúvida que já tinha há muito tempo :)

    ResponderExcluir
  7. EI,

    Muito interessante o post com as dicas. Obrigado por compartilhar isso conosco.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Aí incorreto, então a planilha 'mandou' comprar Petro e vc não comprou? Isto que é furar o método, rs. Aposto que ela 'mandou' comprar Gerdau também na sexta e você afinou, rs. Eu comprei 700 reais de Gerdau e 5.000 reais de petro, já que sua planilha mandou então comprei, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó, aí que você se engana. Não estou furando o método.

      Veja que em outubro comprei Vale e Ggbr. Ja em Novembro comprei Vale e Petr.

      Desta vez comprei Vale de novo.

      Com relação a Petr, devido a tudo que esta acontecendo, eu acho que é um caso muito diferente da Vale e vou segurar um pouco as compras, um tipo de quarentena. (Mas veja que comprei em novembro e nao significa que nao vou comprar, mas vou mais devagar ou parar por um tempo)

      Já a Ggbr eu vou comprar assim que tiver mais dinheiro para aporte, possivelmente só em janeiro.

      Alem da Vale, agora em dezembro já dobrei meu aporte, comprando Wege, Eter e Pssa. Os aportes foram nestas empresas porque elas foram as ultimas a entrar na carteira e estao longe do target percentual para elas, entao vou comprando aos poucos. Veja também que não estou olhando o preço ou vai me dizer que weg está "barata". Isso também é seguir o método.

      Tudo dentro do planejado e o mais importante, segundo a estratégia.

      Uma coisa que estou estudando é uma maneira de diminuir o peso de consumo na carteira. Ja comecei a modificar, com a entrada da Weg, mas ainda permanece um peso muito grande.

      Este mês esta osso. Infelizmente estou sem grana para aportar mais forte, por outras obrigaçōes, mas paciencia.

      Abraços

      Excluir
    2. a nível de diversificação para fora do setor de consumo dá uma olhada em TOTS, TBLE e ODPV podem ser alternativas interessantes e as 3 estão com bons números.

      Excluir
    3. Uó, só pra deixar clara uma coisa.

      vale e ggbr eu acho que são empresas cíclicas que estão "ciclando" e que permanecem empresas boas e bem administradas.

      Já a petr tem um problema muito grave de gestão (porque não dizer incompetencia), divida insustentável e alem de tudo as gravissimas fraudes. Isso me fez coloca-la em quarentena por um tempo até entender melhor o que acontece. Ou seja, não é somente um problema de ciclo.

      Mas me fale uma coisa, você tinha afirmado que não colocava seu dinheiro na ggbr justamente por conhecer a empresa em mais detalhes. Mudou de opiniao?

      Excluir
    4. VDD, obrigado pelas dicas.

      Eu tenho algumas restricoes com esta losta.

      Totvs. Não gosto muito de segmento de software. Acho que a empresa tem um bom case e bons produtos (conheço bem) mas eu acho que é um mercado muito propicio a vir uma SAP ou Oracle da vida e comprar a empresa e o mercado

      TBLE. Baita empresa, mas eu nao gostaria muito de aumentar minha exposicao em eletricada. Ja tenho geti e cmig e cerca de 12% da carteira.

      Odontoprev já é uma restricao pessoal. Não sou fã do segmento que atua e não acredito muito neste negocio no Brasil. Posso estar perdendo uma oportunidade, mas é quase uma violação de principio (altamente pessoal e me parece uma excelente empresa)

      Abraços

      Excluir
    5. E.I., ainda acho que este lance de seguir planilha é bobeira, e vc mesmo está vendo que tem hora que não se deve seguir, mas entendo que a planilha é apenas uma referência para nortear suas compras, uma ferramenta a mais na hora de aportar, e a análise vai muita mais além do que uma simples regra de balanceamento baseada em Excel.

      Sobre minha compra em Gerdau, é aquela velha mania minha que você já conhece de comprar 'barato', e como lancei a compra na carteira 'do filho' que é para resgate em no mínimo 18 anos então acho que está valendo a compra, até lá o aço pode dar uma guinada. Mas mantenho minha posição sobre a Gerdau no médio prazo que é de estagnação brava, não há sinais de melhora, o cara que poê dinheiro em qualquer empresa deste setor hoje deve estar ciente de que é apenas uma aposta.

      Por outro lado comprei 10.000 reais de PSSA3, 5.000 reais de BBSE3, dentre outras compras mais vultosas. Para setores que considero bons no cenário atual eu compro sem só.

      Meu erro este mês foi ter ido como muito apetite na Petro. Comprei 6.000 em 14 e mais 4.000 em 10, podia ter esperado mais, mas paciência.

      Abraço!

      Excluir
    6. Isto mesmo Viver, eu gosto muito da totvs, comprei mais este mês. E se a SAP vier compra-la as ações vão disparar né E.I.? rs

      Excluir
    7. Comprarei ETER assim que atingir a casa de 2 reais, vamos torcer.

      Excluir
    8. Também não entendi esse argumento dele pois TOTS tem tag along. Não faz sentido se preocupar com algo que pode vir a acontecer ninguém tem certeza se isso ocorrerá e até hoje não ouvi nada a respeito.

      Excluir
    9. Amigos Uó e VDD,

      Quando se usa o método de alocação de ativos, não significa que você deve seguir cegamente. Se as empresas forem todas boas, faz bastante sentido, mas você tem que saber interpretar a situação em empresas especificas, como no caso da petrobras que mais que um ciclo ruim esta passando por um problema grave.

      Ja com relação à Totvs, eu não me expressei bem. O fato é que não confio muito no setor e o risco maior é da SAP entrar forte no mercado SMB e a Totvs poderia sofrer bastante. Mas isso é pura especulação e a razão de evitar este segmento é mais pessoal. A empresa é boa e não vejo tanto risco assim.
      Abraços

      Excluir
    10. Pessoal,

      Eu estou fora de qualquer empresa cíclica. Prefiro muito mais o devagar e sempre da Ambev, por exemplo, rs.

      Abraços!

      Excluir
    11. EI,

      Como falei lá no Uó, eu troquei a Sabesp pela Valid. Estava entre ela ou a WEG, contudo, vi mais potencial na primeira.

      Abraços.

      Excluir
    12. IL, Eu entrei na weg. Voce pode compartilhar os motivos que fizeram escolher a Valid? Olhando as 2 o negocio da Weg me pareceu mais eficiente, diversificado e de menor risco.
      O que voce chama de potencial? Voce chegou a ver o guidance da Weg para 2020?
      Abraços

      Excluir
    13. EI,

      A Valid é uma empresa discreta, eficiente e sólida. Eles atuam em quatro divisões de produtos, que são certificação digital, meios de identificação, meios de pagamento e telecomunicações.

      Eles fabricam e vendem certificados digitais, CNHs e RGs, cartões e cheques e chips para celulares. São produtos que tem uma demanda constante, ou seja, a empresa tem uma resiliência muito boa. Ela presta serviços nessas áreas também!

      Os clientes dela são os maiores bancos do Brasil e do mundo, Governos estaduais, as maiores empresas de telefonia do Brasil e o público em geral.

      Eles tem operações em outros países e estão avançando para os EUA, que são o maior mercado consumidor do mundo. A boa governança corporativa, o fato do seu capital social ser pulverizado e o baixo valor de mercado também atraíram-me.

      Como falei no post anterior, a WEG é uma empresa boa, contudo, enxerguei mais vantagens na Valid. E esse plano da WEG de atingir 20 bilhões em receita em 2020 também não caiu-me bem.

      Por que não ter como meta dois bilhões de lucro em 2020? Enfim, espero ter deixado bem claro os motivos pelos quais eu optei pela Valid.

      Abraços.

      Excluir
    14. legal IL, obrigado pelas informações. Eu não tinha esta visão da Valid. Realmente parece estar no caminho certo.

      Já com relação a WEG, eu te entendo seu ponto, mas é inegável que os resultados demonstram que existe muita consistência e os lucros vem crescendo no mesmo ritmo. Gostei muito desta apresentação:
      http://www.weg.net/ri/wp-content/uploads/2014/11/2014-11-3Q14-Investor-Presentation.pdf

      Abraços

      Excluir
    15. EI,

      Sim, a Valid é uma empresa muito boa e interessante. Foi bem complicado escolher entre ela e a WEG, contudo, estou consciente de que sairei ganhando com qualquer uma das duas.

      Abraços.

      Excluir
  9. Pessoal,
    Uma maneira de abrir conta nos EUA e fazer transferência sem pagar tarifa e no banco do Brasil, de uma olhada no link abaixo.
    http://www.falandodeviagem.com.br/imagens8/PerguntasClientesBB.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu anonimo, eu não sabia disso. Há algum tempo entrei em contato com o BB para pegar informações e não souberam me responder. O estranho é que se você entra no site do BB Americas ou do BB Brasil também não encontra estas informações.

      Agora eu já abri a minha no WF, mas vou pensar seriamente nesta opção, para economizar com as tarifas vale a pena.

      O problema é que tem que abrir uma conta no BB aqui também :(

      Abraços

      Excluir
  10. Grande EI!

    Foi exatamente isso que fiz, foi tudo muito prático e usei o debit card durante toda a viagem, no meu banco eles tem a té opção de português no caixa eletrônico.

    Abraço!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corey,

      Eu nem sei se o WF tem opção em português, mas gostei muito do atendimento e dos canais Internet e Mobile. Tem até uma opção que se você receber um cheque americano, você pode tirar uma foto através do aplicativo que eles pagam o cheque.
      Abraços

      Excluir
  11. A maneira mais rápida de ter uma conta fora é abrir pelo HSBC Expat na ilha de Jersey.

    Não precisa peripécia nenhuma, apenas abrir no HSBC daqui e solicitar abrir lá.

    ResponderExcluir
  12. Me desculpa mas eu não entendi, na explicação dos detalhes da conta, o termo: International debit card purchase fee - 3% of transaction amount. Tenho que pagar 3% toda vez que usar o cartão de débito fora dos EUA? Aqui no Brasil por exemplo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JR, nâo tinha me atentado a este detalhe, mas me parece que é isso mesmo, taxa de 3% se usar o cartão de débito fora dos EUA. Neste caso complica o uso fora dos EUA, apesar de ser uma taxa melhor que os 6,38% do IOF do Brasil.

      Teria que estudar melhor a questão da taxa de cambio, pois pode ser uma vantagem na conversão, por exemplo de para compra na Europa de EUR para USD somente. Se compramos com o cartão do Brasil a conversão é feita em 2 etapas (EUR -> USD e depois de USD para R$)
      Abraços

      Excluir
  13. Quando se abre um conta corrente em um banco americano, conseguimos emitir um cartão de crédito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael,

      Quando se abre a conta, você recebe um cartão "apenas" de débito.

      Para ter um cartão de crédito, pelo que eu saiba, você precisa possuir número de Social Security (equivalente ao CPF deles) e ter um bom histórico de crédito na praça. Diferentemente daqui, a questão do crédito lá é muito mais restrita e você só tem o cartão se tiver um bom histórico.

      Por outro lado, do ponto de vista operacional, o cartão de débito funciona da mesma forma que um cartão de crédito no caso de compras por sites como Amazon, Apple e outros. Você coloca os dados do cartão e faz a compra, sem precisar de senha. Com a diferença que o valor é debitado da conta imediatamente.

      Abraços

      Excluir
  14. Você precisa declarar essa conta no imposto de renda? Como funciona essa parte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romeu,
      Precisa declarar sim. Na declaração de bens e direitos tem uma opção para conta no exterior.
      Acima de 100mil aí tem que fazer uma outra declaração diferente, mas não é meu caso, ainda rs, então tem que pesquisar melhor.
      Abraços

      Excluir
  15. Amigo, eu também abri um conta corrente no Banco Wells Fargo da mesma forma que vocë abriu. Vocë poderia informar como que eu faço para enviar dinheiro do Brasil para esta conta corrente nos Estados Undios?
    Desde já agradeço pela ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      A forma que eu utilizei foi através de transferência bancária (wire transfer) diretamente do Itaú para o Wells Fargo. Via Internet Banking tem uma opção de transferência para exterior, em operações de cambio, etc.

      Você precisa do código SWIFT e do número da conta. Tem uns procedimentos no Itaú, como enviar o comprovante de renda ou outros documentos que eles podem solicitar, dependendo do valor e do objetivo da transação.

      No Itaú você irá pagar uma taxa fixa de R$ 60,00 por transação e ainda no Wells Fargo você deverá pagar US$16,00 para recebimento do wire transfer, por transação, portanto os custos não são baixos e dependendo do valor pode não valer a pena.

      O Blog Viver de Dividendos tem um post bem instrutivo sobre isso http://viverdedividendos.org/melhores-taxas-para-remessa-internacional-de-dinheiro/

      Abraços

      Excluir
    2. Amigo, muito obrigado pela informação. Também sou correntista do Itaú e as suas dicas foram extremamente valiosas para mim.

      Mais uma pergunta, você saberia informar se teremos que pagar algum imposto nos Estados Unidos, ou fazer alguma declaração (tipo a nossa de Imposto de Renda) por ter esta conta corrente aberta e em movimentação?

      Abraços,

      Excluir
    3. Anônimo, não sei responder. Acredito que se você não tiver nenhuma rentabilidade não há o que se preocupar com impostos nos EUA.

      Agora, se tiver alguma rentabilidade, é provável que tenha que tratar com o fisco de alguma maneira. Pelo que entendo, há um formulário que é preenchido junto à instituição financeira em que você declara que não é residente, o que te isentaria de alguns impostos, como de renda, mas por outro lado, você precisa declarar e pagar imposto sobre os rendimentos junto a receita federal do Brasil.

      Dá uma navegada no blog http://viverdedividendos.org/ que ele tem muitas informações sobre isso. Acredito inclusive que já tenha abordado a questão da tributação lá e aqui.

      Abraços

      Excluir
  16. Olá E.I. parabens pelo blog! Minha idéia de abrir uma conta nos EUA seria somente para trocar um cheque americano que possuo, ou seja, abriria uma conta lá com este cheque, receberia o cartão e ficaria usando lá durante toda minha estadia, ao final sacaria o que sobrasse e cancelaria a conta.. sabe se é possível fazer isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ronaldo, obrigado pela visita.

      Possível eu acredito que seja, pois não vejo restrição alguma. Penso que você nem precisa informar o banco que seu objeyivo seja esse, pois o atendente não vai querer te agradar muito.
      Você abre a conta normalmente, deposita o cheque e já sai com o cartão para usar.
      Dependendo do banco, acredito que para encerrar a conta você precisa ir pessoalmente a agência, mas se informe sobre os procedimentos para encerramento.
      Boa sorte. Se puder compartilhar aqui a experiência, seria legal.
      Abraços

      Excluir
  17. Caro EI,
    gostei do seu post e gostaria de saber se consegue me tirar duas dúvidas:

    Estou pensando em criar uma conta lá fora, vinculada ao PayPal, assim alguns clientes aqui pagam via Cartão de Crédito Internacional um determinado serviço, cai nessa conta PayPal e do Paypal cai na minha conta nos EUA.

    Pergunta: Fora a taxa do PayPal, o que mais implicaria em Taxas ou até mesmo algo ilegal?

    A outra pergunta é: eu preciso de cartão de crédito deste banco que eu abrir nos EUA, me falaram que pelo BoA só depois de 1 ano.

    No WF você sabria me dizer?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Eduardo,
      Seja bem-vindo e que bom que gostou do post.

      Sobre as dúvidas, é possível sim vincular a conta a uma conta do paypal e transferir os recursos entre uma e outra. Meu entendimento é que não há custo adicional por parte do banco, pois vai ser uma transferência (crédito) vindo de outra conta nos EUA. A taxa de 16 USD que comentei é para recebimento de transferências vindas do exterior.

      Acredito que seja legal, mas provavelmente, dependendo do valor, você deverá declarar para o imposto de renda dos EUA sobre a origem dos recursos, assim como para a receita federal do Brasil na declaração de IRPF. Não tenho certeza dos procedimentos.

      Sobre o cartão de crédito, pelo que eu entendo, você só consegue um se tiver numero de social security nos EUA (semelhante ao CPF) com um bom histórico de crédito, portanto que eu saiba não esta relacionado ao prazo da conta e a política do banco.

      Como eu comentei no post, eu recebi um cartão de débito que tem características de cartão de crédito. Lá nos EUA você usa como débito para compras pessoalmente (com uso de senha). Já fiz compras pela Internet lá e a compra é como cartão de crédito nos sites como Amazon, com a diferença que sai direto da conta.

      Usei também o cartão fora dos EUA e você passa na função crédito, mas tem uma taxa de 3% para uso no exterior (fora dos EUA).

      Espero que ajude.

      Abraços

      Excluir
  18. Boa noite, EI.

    Muito bom seu blog. Sempre tirando as dúvidas do público com eficiência e transparência.

    A minha pergunta é:

    Sabes quais tributos (taxas etc) e outros encargos incidem na transferencia de valores de uma conta no BB Americas (EUA) para uma conta do BB no Brasil, do mesmo titular ?

    Aproveitando, pode me indicar algum investimento de renda fixa nos EUA? Existe uma quantia mínima obrigatória para que se possa investir?

    Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo,
      Fico feliz que tenha gostado do blog.

      Com relação as suas perguntas, infelizmente não tenho respostas concretas. Com respeito a tributação de valores dos EUA para o Brasil, acredito que existem alguns pontos importantes que podem influenciar se haverá tributação ou não, como:
      - Montante a ser transferido (se acima de US$ 10.000 parece que a burocracia é maior
      - Motivo da transferência
      - Saber se este dinheiro já foi tributado e declarado nos EUA
      - Saber se este dinheiro constava em sua declaração de IR no Brasil como (dinheiro no exterior)

      Dependendo das respostas a estes pontos, acredito que ficará mais fácil você encontrar especificamente se haverá ou não tributação devida no Brasil.

      Sobre investimento em RF nos EUA eu também não tenho muita informação, mas acredito que o banco (BB Américas) poderia ajudá-lo com esta informação.

      Desculpe mais uma vez por não ter respostas concretas, pois não são assuntos do meu conhecimento e por isso prefiro não comentar sobre algo que não tenha certeza.

      Abraços

      Excluir
  19. Amigo, vc sabe se seria possível que esse deposito inicial fosse através de um cheque emitido de um banco dos USA e por uma seguradora americana e quanto tempo levaria pra compensar o cheque?

    E saberia dizer se o banco estaria exigindo alguma comprovação de residência nos USA, pois alguém me falou que este ano, por conta dos problemas no Brasil (Lava-jato etc), que estão dificultando e exigindo que os Brasileiros apresentem comprovante de residência nos USA...?

    E por fim, caso eu queira fechar a conta logo depois de abrir e sacar o dinheiro do cheque, seria possível e sem custo ou burocracia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, acredito que não haja restrição em fazer o depósito através de um cheque, desde que esse seja emitido por um banco americano.

      Não sei dizer se mudou alguma coisa, mas pelo que sei não há necessidade de comprovante de residência nos EUA.

      Na época me informaram que não há burocracia/custo para encerrar a conta em qualquer momento.

      Abraços

      Excluir
  20. Oi, obrigada pelo post! Estou precisando fazer o mesmo que você, e minha empresa é americana, então eles podem pagar o meu salario depositando diretamente nessa conta. Minha dúvida é, esse cartão de débito permite saques no Brasil? Se sim, sacamos em Reais? Ele faz a conversão automática? Ou sacamos em dólar em caixas ATMs no Brasil? (se é que isso existe). Outra dúvida: o internet banking da Wells permite fazer remessa para a conta do Brasil? Tudo pela Internet, sem burocracia? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, tudo bem?

      Sobre abrir a conta lá, para você receber salário de sua empresa de lá, sendo que você vive aqui, eu acho que pode gerar problemas com a receita federal. Sinceramente não sei como funcionaria a tributação.

      O cartão de débito permite saques no Brasil, assim como em outros países. O saque será m moeda local (R$ no caso) e será feita a conversão automática para debito doa USDs na conta. No caso do Wells Fargos, pela categoria de conta que tenho (baixo custo/taxas), eles cobram 3% sobre transações internacionais (saque ou uso do cartão fora dos EUA).

      Sobre o Internet Banking dos Wells permitir fazer remessa para o Brasil, eu não sei dizer. Nao consegui achar de forma rápida, mas deve haver uma forma sem muita burocracia. Você tem que ficar de olho na tributação, pois não sei como funciona a entrega de femessa aqui.

      Abraços

      Excluir
    2. Sorry pelos errinhos de digitação no celular ... se tiver alguma dúvida me avise

      Excluir
  21. voce recomenda abrir a conta numa cidade em que geralmente eu va (tipo florida que vou 1 vez por ano) ou poderia abrir em outra cidade (las vegas) que nao vou muito?
    Faz diferenca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio,
      Acho que seria melhor abrir em um local onde você normalmente vai, assim, caso precise de alguma coisa na agência, é mais fácil.
      Sinceramente não sei se há alguma necessidade de ir pessoalmente a agência após a abertura da conta, mesmo para o encerramento, mas caso haja, fica mais fácil.
      Abraços

      Excluir
  22. Bom dia! Você poderia me ajudar a esclarecer a dúvida abaixo?
    A dúvida que eu tenho está na forma de cobrança do IR para transferência de numerário entre contas correntes de mesma titularidade (Uma no Brasil e outra nos Estados Unidos). A incidência do IR de 25% neste caso será aplicado?
    Desde já agradeço pela ajuda e informação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, este assunto do IR ainda está bem nebuloso. Existem opiniões que incidiria somente pelo pagamento de serviços no exterior e não para investimento ou transferência para conta de mesma titularidade.
      Não sei responder com certeza. Possivelmente seu banco ou agente de câmbio saiba responder.
      Se eu descobrir algo postarei aqui. Se puder, por favor faça o mesmo.
      Abraços

      Excluir
  23. Boa noite amigo.
    Enquanto ao rendimento mensal comparando com Brasil, existe juros que compensa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Dourival,
      O dinheiro está parado na conta, sem rendimento (apenas variação cambial se pensarmos em R$). Se não me engano, uma aplicação conservadora lá daria 0,1% ao ano.
      Abraços

      Excluir
    2. Olá EI,
      Por que deixou o dinheiro parado na conta? Não seria mais vantajoso deixar na "poupança" rendendo alguns cascalhos? Ou o valor na "poupança" não conta para a isenção da manutenção da conta? Outra coisa, você pagou alguma taxa para a abertura da conta? E sobre declaração ao fisco de lá?

      Excluir
    3. Anonimo,
      Deixei, por enquanto o dinheiro parado mesmo. Precisa ter pelo menos $1500 na conta para não pagar as taxas. A poupança lá rende quase zero (uns 0,01% a.a.) então nem me preocupei em manter dinheiro na poupança.
      Eu não paguei nenhuma taxa para a abertura da conta.
      Sobre o fisco, pelo que sei, preciso somente declarar aqui no Brasil, na declaração de IR, em bens e direitos, conta corrente no exterior.
      Acho que lá não há necessidade. COmo não há ganho de capital e o valor é relativamente pequeno, não pretendo fazer nada lá.
      Abraços

      Excluir
  24. Boa noite!
    Muito bom o post.
    Por favor, me tire algumas dúvidas:
    Existe um limite para envio?
    Todo valor enviado deve ser declarado à Receita Federal aqui no Brasil, incide algum tipo de imposto sobre as remessas, como IOF ou outros?
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liberdade,
      Acho que existem alguns limites, possivelmente estipulados pelos bancos para operações pelo internet banking ou pela mesa de operações. No itaú, se não me engano, pode ser feito pelo Internet Banking até US$ 10000, mas não sei exatamente os valores. Procure se informar no seu banco.
      Voc~E não precisa declarar para a receita no momento do envio, mas o banco vai fazer isso para você (acho que o banco envia ao banco central e à receita), aí você tem que declarar na declaração de ajuste anual, em bens e direitos, o saldo de contas no exterior.
      No momento da transferência você tem que dizer o motivo, por exemplo transferencia para a própria conta ou para pagamento de serviços. Dependendo do tipo de transferência, incidirá IOF ou outros impostos e exigirá documentação correspondente.
      Eu faço sempre "transferência para a própria conta" e incide somente IOF de 0,34%.
      Outros tipos de remessas, como para pagamento de despesas com turismo, se não me engano incide IR. Estava um discussão na receita sobre isso devido a uma mudança na lei no início de janeiro de 2016, mas não cheguei e ver como ficou.
      Abraços

      Excluir
  25. Muito interessante... Pretendemos fazer essa abertura de conta... Uma dúvida que surgiu... E no caso de transferir o dinheiro de volta para o Brasil? Como funciona. Ex. Tenho 15 mil dolares na conta e quero trazer de volta para cá. Vc saberia dizer como funciona?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CarlosGJ,
      Não tenho experiência de transferência no caminho contrário, mas entendo que seja semelhante, ou seja, você vai indicar o código swift do itaú e o número da conta. Pode incidir algum imposto lá ou podem exigir alguma documentação (tipo comprovante de renda) e o banco deve encaminhar o wire transfer.
      O que vai acontecer é que você vai pagar o spread contrário na conversão, ou seja, a taxa de cambio será desfavorável. Acredito que o Real deve sair uns 5% mais caro que aquele estipulado pela PTAX, na hora da compra.
      São suposições, pois não passei pela experiência.
      Abraços

      Excluir
  26. Olá. Peço sua ajuda. Sou correntista do Itaú e também do Wells Fargo. Pelo que vi não há como fazer wire transfer pelo site. Apenas sistema automatizado por telefone. Meu ingles é rudimentar e, se puder, podes me dizer se preciso de algo além do IBAN? O Wells Fargo tb pede código SWIFT ou algo mais? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. josé carlos, não entendi a dúvida.
      Você vai enviar do Brasil (itau) para os EUA (WF)? Se sim, você pode fazer direto pelo internet banking do itau, se não me engano até um limite de US$ 10000.
      Eu uso o codigo swift do wells fargo e o número da conta e mando bala, cai normalmente em até 2 dias.

      Você tem que achar o swift correspondente à localidade/estado que tem a conta

      veja a lista https://www.wellsfargo.com/com/international/resources/routing-numbers/

      Espero ter respondido, se teiver mais dúvida por favor me avise que tentarei ajudar, eventualmente com a parte do inglês.

      Abraços e boa sorte!

      Excluir
  27. Bom dia. Preciso enviar do WF pro Itaú. Eu vendi um propriedade lá e decidi deixar o dinheiro lá por um tempo, caso eu fechasse compra de outra propriedade. Mas estou cogitando trazer esse dinheiro pra cá. Cerca de US $ 36,000.00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zeca, pra fazer o caminho contrário eu não sei muito bem o que fazer. Tem que tomar cuidado pois a entrada deste dinheiro aqui pode ser taxado.
      Sugiro falar com alguém que ja tenha feito operação semelhante para se certificar que não tenha problemas.
      Se conseguir e puder relatar aqui seria legal para ajudar outras pessoas.
      Abracos e boa sorte!

      Excluir
  28. Bom dia, Parabéns pelas informações e pelo site.
    Eu tenho uma situação semelhante a sua. Conta no Itaú e WF (No meu caso em Miami). Poderia confirmar o Swift e o IBAN que você usa para enviar remessas do Itaú para o WF? Como tive algumas informações divergentes gostaria de comparar com o que você utiliza.
    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo,
      Eu coloco apenas o código swift WFBIUS6S mas a minha conta é em outro estado.
      Abraços

      Excluir
  29. O que você acha de FOREX?
    Investe nessa modalidade?
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, não invisto em FOREX e nem tenho interesse. Obrigado!

      Excluir
  30. E.I.,

    Achei mto bom o seu post me tirou dpuvidas que tinha há um bom tempo.
    Pra transferir entre contas de lá (msm banco ou de BoA pra Wells Fargo por exemplo), vc sabe se é cobrada taxa? O que eu procuro lá é algo parecido com as contas digitais daqui, que não cobram mensalidade e que tem isenção na taxa de transferencia, msm pra outro banco, desde que seja feita por meios eletronicos, pq eu vou precisar movimentar constantemente a conta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Otávio, que bom que gostou do post.

      Não sei dizer se é cobrada taxa para wire-transfer (equivalente ao TED aqui). Acredito que no caso do Wells Fargo estejam incluídas algumas transferências no pacote.

      Sobre as contas digitais, seria ideal uma conta assim, mas pelo que pesquisei, pelo menos na época que abri, não era possível abrir remotamente, como estrangeiro sem um Social Security # (~CPF). Precisa ver se isso mudou.
      Se souber de novidades eu aviso, peço por gentileza que faça o mesmo.
      Abraços

      Excluir
  31. Muito esclarecedor o post, então com o passaporte, a carteira de habilitação e uma conta do Brasil é possível abrir um conta-corrente nos Estados Unidos?

    E para ter cartão de crédito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,
      Isso mesmo. na verdade nem precisei levar o comprovante de residência do Brasil, apenas passei o endereço verbalmente.

      O cartão de crédito é mais complicado, pois você precisa ter "crédito" e para isso precisa ter um Social Security Number.

      mas sinceramente é desnecessário, o cartão de débito que me entregaram funciona como um cartão de crédito nas compras em sites pela internet ou presencialmente.

      Abraços

      Excluir
  32. Olá, tudo bem?

    Sobre o endereço, é preciso levar algum comprovante de residência daqui? qualquer um ou tem alguma restricão? Se eu for passar mais de 10 dias lá, posso pedir pra que entreguem meu cartão onde vou estar será?

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo, eu não levei nenhum comprovante de endereço e apenas passei ao atendente os dados para o cadastro.
      Não sei dizer se eles entregariam em algum local lá, mas de fato não vejo muita necessidade, pois você sai da agencia com um cartão temporário e já pode usar à vontade. Quando voltar ao Brazil seu cartão definitivo já deve ter chegado.
      Abraços

      Excluir
    2. Boa tarde!
      Estou pensando em deixar o Brasil num futuro breve, mas ainda sou leiga em certos assuntos.
      Tb quero abrir uma conta nos EUA!
      No caso de possuir um montante de US $300,000 atraves de heranca, qual a melhor forma de levar esse dinheiro embora sem ter o "couro" arrancado?
      Obrigada!

      Excluir
  33. Hello, this is to notify all my amicable fans here on Facebook that if you can Name 3 of my music that you have watched correctly, lots of gift items is been given out for it. Name NOW and stand a chance of winning

    ResponderExcluir
  34. uma pergunta, o wells fargo contratou crédito ilegalmente para milhões de clientes, emitiu cartões e etc...tua conta estava no bolo?

    ResponderExcluir
  35. Quem abre uma conta pessoal em um banco americano, precisa prestar conta ao fisco americano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eder, pelo que sei não precisa prestar conta ao fisco, pois neste caso não há ganho de capital sujeito a cobrança de impostos.

      Até acredito que se o saldo for muito alto, poderia gerar uma investigação sobre "lavagem de dinheiro", mas para valores baixos, não acredito que haja qualquer problema, sobretudo se o dinheiro vem através de uma transferência declarada.

      Abraços

      Excluir
  36. Obrigado pela resposta.
    Uma curiosidade: Por que você não recomenda o BB Americas como uma opção para abertura de conta nos EUA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na época que abri a conta e fiz o post eu desconhecia a opção BB Americas. Me parece uma bo opção mas nao sei como funciona o processo de abertura e manutenção da conta.
      Hoje existe mais informação a respeito.
      Abraços

      Excluir
  37. Ola EI, Meu nome é Thamires, sou Brasileira e atualmente vivendo no México.
    Primeiramente adorei seu blog, esclareceu muitas dúvidas. Porém, queria saber se você pode me ajudar com essa questão.

    Atualmente estou trabalhando no Mexico e recebdno dinheiro no Brasil, recebo em dolares, no entanto precisei abrir uma conta PJ e uma empresa para que os impostos sejam menores. No entanto quando cheguei no México conheci varias pessoas que foram para os EUA abrir uma conta no WeLLS FARGO para receber.
    Minha dúvida é a seguinte:

    Eu recebo em dólares mensalmente, se eu abrir uma conta no Wells Fargo, como posso levar o dinheiro para o BR depois?
    Se eu fizer uma transferência, creio que terei que declarar normalmente o IR no Brasil, que então não vai dar na mesma de receber fora ou la.
    Outra duvida é, não preciso pagar os impostos nos EUA?
    Posso usar cartao de débito no BR depois?

    Muito obrigada pela ajuda! Um abraço.

    ResponderExcluir
  38. Você está sofrendo financeiramente? Ou você precisa de dinheiro urgente para pagar suas contas, ou para as medicações não se preocupe mais porque não há você pode resolver todos os seus problemas sem stress.You pode mudar sua vida em apenas em curto período de tempo. Contato (hackers ilimitados) para um espaço em branco [ATM SMART CARD] hoje e estar entre os sortudos que estão se beneficiando com este cartões. Eu sou um tesitomia vivo, eu também solicitei este cartão há um mês e agora eu tenho o meu. Este cartão SMART ATM em branco PROGRAMADO é capaz de invadir qualquer máquina ATM, em qualquer lugar do mundo. Eu tenho que saber sobre este cartão de caixa em branco quando eu estava procurando um emprestador de empréstimo on-line cerca de um mês atrás .. Ele realmente mudou minha vida para sempre e agora eu posso tomar da minha família. O menos dinheiro que recebo em um dia com este cartão é de cerca de 5000. Todos os dias eu tenho dinheiro suficiente para cuidar da minha família. Embora me disseram que é ilegal, eu sou muito cuidadoso, não há risco de ser pego, porque foi programado de tal forma que não é rastreável, e também torna a CCTV inútil quando você está retirando dinheiro .. Para mais detalhes Sobre como obter um cartão hoje, envie um e-mail para os hackers neste e-mail: unlimitedhackersnetwork@gmail.com

    ResponderExcluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas