A copa do politicamente correto

sábado, 7 de junho de 2014

É fato, é POLITICAMENTE CORRETO ser contra a Copa do Mundo FIFA 2014, afinal, quem vai ser à favor do desperdício de dinheiro público com a construção de estádios que serão elefantes brancos, superfaturamentos e obras emergenciais sem licitação ou transparência?

Mas eu tenho uma visão ligeiramente diferente disso tudo. Não que eu seja à favor da Copa no Brasil de forma incondicional, longe disso, mas eu torci para a copa ser no Brasil, vou torcer também para a Seleção Brasileira e fico feliz que a copa esteja acontecendo aqui. Eu acho que as pessoas misturam muito as coisas, portanto quero deixar minha opinião sobre alguns temas:


1) FIFA: 

A FIFA tem seus problemas de corrupção, fraude, etc. Exatamente como qualquer outra entidade deste tamanho, como governos, igrejas, federações de outros esportes e até empresas. Bom, isso é algo que temos que combater sempre, mas isso não tira os méritos da FIFA de ser uma entidade única que controla o esporte mais importante do mundo em todos os países. Desta forma, a FIFA organiza um campeonato respeitado chamado copa do mundo de 4 em 4 anos com regras pré-estabelecidas para organização, e com isso ela abre a possibilidade para candidaturas. Sendo assim, são os candidatos que se propõem a realizar a copa e não a FIFA que impõe aonde ela ocorrerá.

Outro ponto importantíssimo é que a FIFA estabelece um mínimo de 8 (oito) sedes, por questões de logística, cabendo à organização determinar se seguirão a recomendação mínima ou adotarão um número superior. E é aí que começam os problemas, não foi a FIFA que decidiu pelo número recorde de 12 (doze) sedes para a copa no Brasil.

2) A realização da Copa no Brasil:

Como eu falei anteriormente, eu não vejo nenhum problema em fazer a Copa aqui, desde que tivéssemos seguindo um plano razoável e econômico condizente com as condições do país. O maior absurdo é que o governo, de maneira política, para fazer a suposta "copa de todos os brasileiros", aumentou o número de sedes para 12, colocando como sedes locais sem a mínima infra-estrutura e sem ao menor tradição no futebol. Se tivéssemos mantido um padrão de 8 sedes (na minha opinião Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasilia, Salvador, Recife e Fortaleza seriam as sedes), reduziríamos os problemas e estaríamos realmente construindo um legado útil e não elefantes brancos. (ah, vai ter gente que vai dizer que Brasilia não precisava estar na lista, mas por ser a capital federal e se tivesse feito um estádio mais modesto, não vejo problemas).

Sendo até um pouco mais inocente, vejo que a construção de estádios e aeroportos foi uma boa fonte de empregos (pelo que me consta, em alguns estádios a obra chegou a contar com mais de 2000 trabalhadores em tempo integral durante bastante tempo), além de realmente acreditar que como país, nós merecemos (e este seria um bom pretexto) uma infra-estrutura melhor, principalmente de aeroportos. Só quem já foi para países desenvolvidos sabe a qualidade da infra-estrutura que temos aqui.

3) Seleção Brasileira

Vejo muita semelhança com as críticas à seleção brasileira (leia-se CBF) com os pontos levantados com respeito à FIFA (item 1 acima). Realmente a CBF é um local com muitos problemas, mas daí a deixarmos de torcer para a seleção brasileira. Eu cresci torcendo e sofrendo com a seleção brasileira nas copas de 82, 86 e 90, adoro futebol (claro que sou muito mais fanático pelo Corinthians que pela seleção), e curto muito assistir jogos da seleção e qualquer jogo de copa do mundo, portanto, porque vou me privar de torcer?

Existe apenas um único motivo para pensar em não torcer pra seleção, que seria a possível influência no resultado da eleição presidencial em favor do atual governo, mas sinceramente não acho que isso realmente influenciaria, pois ganhando ou perdendo, as pessoas vão esquecer este assunto uns 15 dias depois da copa. Eu não quero o PT no governo que acho que isso pode acontecer com ou sem vitória na copa.



O que vou fazer?

Eu vou curtir a copa de montão! Apenas para reafirmar minhas opiniões acima, quero compartilhar que eu consegui ingressos para 4 jogos (total de 16 ingressos), gastei aproximadamente R$ 5.000,00 e vou, com muita alegria, levar minha família para curtir a copa (infelizmente não consegui nenhum jogo do Brasil). Vou assistir 2 jogos da Espanha, que é meu segundo time por questões familiares.

Bom, sei que o tema é polêmico mas decidi manifestar minha opinião "politicamente incorreta", pois realmente não tenho nada contra a copa ser no Brasil e nem contra a seleção. Minha crítica e decepção é para a organização local e principalmente por este governo (ou o anterior) que meteu os pés pelas mãos e errou feio em tudo que fez.

VAMOS BRASIL! VAMOS FÚRIA!

É isso aí pessoal. Abraços e boa copa pra todos!

28 comentários

  1. Vai gastar uns 10k por causa da Copa para fazer o social e politicamente correto (que contradição!) então é claro que é a favor, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troll, acho que você não entendeu ...

      Eu acho que é políticamente correto ser contra a copa, por isso todo mundo é contra. Por ser politicamente incorreto, você não ouve as pessoas se manifestando a favor.

      Através do post eu estou me manifestando à favor da copa (com alguma ressalva para a péssima organização local e ao governo), portanto estou sendo politicamente incorreto, na minha opinião.

      Se estou gastando este dinheiro você acha que sou à favor ou contra a copa? Eu estou gastando para minha diversão, pois se tivéssemos uma copa nos países vizinhos, nos EUA ou na Europa, muito provavelmente eu me esforçaria para tentar ir e gastar algumas vezes mais.

      Abraços

      Excluir
    2. Falou igual ao Dimarcinho, agora. Rs

      Eu entendi perfeitamente. Só que o correto é torcer para o próprio time, certo? Só que devido ao alto nível de insatisfação da população com a situação do país, o correto foi subvertido e a moda é falar mal da Copa e torcer contra a seleção. Logo, você está incorreto, mesmo tentando ser correto.

      Mas relaxe, EI. Estava só te alfinetando. Acho que quem gosta de futebol tem mais é que curtir mesmo. Eu não gosto, então não vou. Deixei de ver a final de 2002 pra dormir até tarde... rs

      Excluir
    3. Oi Troll, agora entendi o que você quis dizer. É isso mesmo, é contraditório.

      hehe, não fale assim, se eu tivesse falando igual ao dimarcinho seria: "cara, você tem dificuldade de compreensão de textos", rs

      Abraços

      Excluir
    4. Economicamente Incorreto [soccer fanboy detected]

      Excluir
    5. Futebol draga toda a razão de uma pessoa, por mais inteligente que ela seja, é lamentável como algo que deveria agregar acaba por prejudicar a vida de uma pessoa e de toda a sociedade que está ao seu lado.

      Excluir
  2. Eu também vou curtir muito a copa. Tirei licença no serviço e vou assistir todos os jogos. Sendo 2 no estádio (um do Brasil) e um das oitavas que pode ser o Brasil de novo (se ficar em primeiro no grupo). Irei com minha filha, esposa e sogro. Gastei pouco mais de 2.600.
    A FIFA não tem nada com a corrupção e situação patética do Brasil.
    Ela aceitou fazer a copa aqui, e nós deveríamos é agradecer e muito uma entidade de ponta fazer um torneio de ponta num país medíocre como o nosso.
    O Brasil estaria melhor se não tivesse a copa? Claro que não. Estaria tudo do mesmo jeito.
    O problema são os frustradinhos, que não conseguem nada na vida, e agora resolveram aproveitar a bagunça para fazerem protesto de merda.
    Já viu alguém pedindo trabalho em protesto?
    Eu não.
    Os frustradinhos só querem tudo sem esforço. Tem que apanhar mesmo.
    Essa das 12 sedes foi foda. Por isso várias cidades ficaram só com jogos ruins, como Cuiabá e Curitiba. Se fossem 8 como a FIFA sempre faz, todas as cidades teriam pelo menos um jogo bom.
    Detalhe: outra copa no Brasil comigo vivo nunca mais ocorrerá.
    Então, eu gosto de futebol, sempre acompanhei copa do mundo e agora que será no Brasil eu ficaria de fora por consciência pesada?
    Eu tenho o que tenho porque eu estudei, me qualifiquei e hoje tenho um excelente emprego.
    Os frustradinhos que me desculpem. Quero que eles se lixem.
    PRA FRENTE BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, peguei 2 frases que refletem bem o meu pensamento:

      "O Brasil estaria melhor se não tivesse a copa? Claro que não. Estaria tudo do mesmo jeito."

      "Eu tenho o que tenho porque eu estudei, me qualifiquei"

      Que se foda o politicamente correto!

      Excluir
    2. Você se qualificar e estudar é mérito seu. Já conseguir um bom emprego é sorte hoje de você ter nascido num país onde o acesso a educação de qualidade não é para todos e a mão de obra qualificada é escassa.

      Não se supervalorize. Você não é isso tudo.

      Excluir
    3. "Eu tenho o que tenho porque eu estudei, me qualifiquei"
      Você estuda, se especializa e trabalha aqui no Brasil por um salário altíssimo de R$12.000,00 em uma empresa privada.

      Você estuda, se especializa e trabalha no Canadá por um salário razoável de CAN$15.000,00 com uma média que pode chegar a CAN$23.000,00.

      Você tem tudo isso no Canadá, não porque você se qualificou, porque o país onde você está, dá oportunidades para você, vulgo sorte.

      Uta!

      Excluir
    4. Acredito que quem se dá bem aqui, muito mais fácil seria no Canadá.
      Normalmente quem não consegue nada aqui, corre para lá.
      Bye bye frustradinho!

      Excluir
    5. Kkkkkkk
      Geralmente eh verdade.

      Excluir
    6. Olha, eu até entendo que existe um pouco de fator sorte para uma pessoa ser mais bem sucedida que outra, principalmente se compararmos que as condições iniciais são diferentes (uma pessoa que nasceu em uma familia mais estável financeiramente teve "mais sorte" que um que nasceu em uma família muito pobre, e assim por diante na comparação de quam nasceu no Canadá e no Brasil).

      Já comparar uma pessoa que vai daqui para o Canadá e dizer que seria bem sucedido, isso é também muito relativo. Conheço muitas pessoas que foram para Canadá e US e alguns se deram bem e outros não, assim não dá para tirar uma conclusão.

      A questão da renda é relativa, pois a desigualdade aqui é tão grande, que para efeito de comparação, uma pessoal que ganha R$ 15/mês aqui no Brasil muitas vezes tem uma qualidade de vida superior proporcionalmente às camadas mais pobres da população, que uma pessoal que no Canadá recebe CAN$15K, pois proporcionalmente com a camada mais pobre, ele não é tão "rei da cocada preta". Veja, não estou comparando a qualidade de vida aqui e lá, isso não dá pra comparar, mas estou dizendo a qualidade de vida RELATIVA em comparação com o restante da população.

      É meio filosófico mas é uma boa discussão.

      Abraços

      Excluir
    7. O fator sorte sempre irá existir.
      Berço de ouro, um bom país ou até mesmo, morar em uma boa vizinhança, faz com que a vida seja mais fácil para alguns do que para outros.

      O que quis dizer na comparação é que, uma pessoa que estuda a mesma quantidade e tem a mesma quantidade de suor escorrido na testa terão um montante diferente no final do mesmo período. Isso significa que o que tem mais deu mais duro do que o que tem menos? Não, significa que um teve a sorte de morar em um lugar mais privilegiado que o outro.

      Bater no peito e dizer que o que tem hoje é somente por conta da pessoa, é como dizer que, se ela morasse na Republica Democrática do Congo, ela teria a mesma quantidade. Ninguém tem o que tem somente por conta do suor da testa, mas sim, pela soma disso com sorte.

      Uta!

      Excluir
  3. Só quem gosta de esportes e no caso especifico, futebol, pode entender o que é uma Copa do Mundo, comprei os jogos do Rio e Domingo que vem estarei vendo o Messi na abertura do Maracanã, logo depois a seleção da Espanha x Chile e por aí vai. Quando estive em Roma, assisti Roma x Milan e guardo até hoje os momentos daquela partida, ver o Ibra fazer gols e vários jogadores top, aqui no Brasil só pela Copa do Mundo mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Fábio, estarei no Espanha x Chile tb, torcendo pra fúlia, lógico! Não é só questão de curtir o jogo em si (do ponto de vista esportivo), mas de viver o momento.
      Abraços

      Excluir
    2. Esse vai ser um jogão, acredito até que vai ser o jogo decisivo no grupo pois o Chile vem jogando muito bem e a Espanha dispensa comentários.

      Excluir
  4. Lindo post, sensato e claro, deixou muito bem pontuada suas impressões, que concordo em gênero, número e grau.

    Eu não vou curtir a copa, quer dizer, eu muidei minha forma de curti copas, e outros jogos do genero. Quando criança eu acho que curtia a copa em si, tipo, fica marcando as tabelas à caneta, pedia minha mãe para comprar camisa, fica colondo bandeirinha dos países nas cartelas, etc... nunca comprei fugiruinha porque meu pai não dava dinheiro (muito sábio ele), mas na época ficava com inveja dos coleguinha que compravam, infelizmente ele não teve psocilogia para falar porque não comprava.

    Mas hoje eu curto mais o momento em si, gosto de ver os jogos com minha mãe, gosto de ir para um bar com amigos, ver em casa de pessoas, etc. Ou seja, hoje eu curto muito mais a confraternização em si, porque o que ocorre dentro de campo muitas vezes é decepcionante, e fora também.

    Lógico que é legal ver nosso país ganhar de outro no esporte, principalmente se o outro for uma super potencia por exemplo como a alemanha, é uma forma de nos sentir 'grandes' por um momento. Já que não somos grandes em tecnologia, medicina, gestão, que sejamos grandes então nos pés. Triste constatação esta.

    As obras, ahhh, as obras... não se construiu hospitais, mas do que adiantaria, nem medicos nós formamos. Mas as obras trouxeram empregos, pedreiros, marceneiros, motoristas... a economia girou, e isto sempre é bom. 12 estádios é exagero, 8 ainda acho, poderia ser menos, enfim, agora já era.

    Sou contra o derperdício, não sou contra reformar estádios, mas reforma estádio que vai ficar parado é mobilizar capital em algo que o tempo irá apodrecer. Neste caso seria melhor construir um hospital, mesmo que fosse para medicos cubanos.

    Enfim, esta copra será especial para mim, irei curtir junto com meu filho, que irá nascer em plena copa, isto sim é curtir copa, é comemorar com que amamos.

    Bom domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Uó, acho que cada um tem que curtir como achar melhor e não ficar preso a esta posição "politicamente correta" de torcer para que dê tudo errado (com a seleção e com a organização). Eu curto futebol e vou curtir muito ir ao estádio novo do meu time.
      Fico feliz de saber que a copa será especial para você por um motivo tão relevante. DESEJO UMA BOA HORA para a Sra. Bife.
      Abraços

      Excluir
  5. EI pode torcer para o Brasil e ser contra esse governo ridículo e perdido que temos. Não acho que são sensações excludentes. Penso até no contrário, se o sentimento de orgulho, de patriotismo do brasileiro que em geral só aparece através do esporte não deve nos contagiar para, querendo bem de nossa pátria, cobrarmos e execrarmos esses tiranos vermelhos incompetentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Guardião, temos que separar as coisas. Deveríamos cobrar para que houvesse transparência, não só nas obras da copa como para tudo deste governo nefasto. O único vermelho que vou torcer é o vermelho da fúria, depois do verde-amarelo do Brasil, claro. Uma final Brasil e Espanha seria provavelmente um dos momentos mais emocionantes da minha vida (se acontecer, um dia eu explicarei os motivos em detalhes).
      Abraços

      Excluir
  6. EI,

    Discordo da sua atitude, mas a respeito. Como falei no blog do Fábio, prestigiar essa Copa significa compactuar com as empreiteiras, com o PT e com a FIFA. Esse tripé levou (e está levando) bilhões de reais pra casa, enquanto a população, só toma no rabo.

    Sendo assim, que se foda se é o maior evento esportivo do planeta. Também gosto muito de futebol, mas sei separar as coisas. A seleção brasileira, pra mim, não significa absolutamente nada.

    Sou corintiano, e não consigo torcer para esse velho babaca do Felipão e muito menos para jogadores como Daniel Alves e Neymar. Além disso, se o Brasil ganhar, a chance da boiada ficar feliz e ignorar todos os problemas do país é enorme, e com isso, teremos a reeleição da presidanta.

    Por tudo isso, vou torcer contra o Brasil em TODOS os jogos. Minha torcida é para a Argentina. O Messi merece ganhar uma Copa. Se for no Brasil, melhor ainda. Como disse o BBB, dia 12 vou por uma bandeira da Croácia aqui em casa.

    FORA PT E FORA BRASIL! Se for na primeira fase melhor ainda, pois sou empresário, e nos dias dos jogos os funcionários sairão mais cedo. Adivinha quem vai arcar com o prejuízo?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livre, se a copa fosse em outro pais, qual seria a diferenca do ponto de vista do empresario?

      Excluir
    2. O fato de ser corintiano explica muita coisa. Aliás é Corintiano ou Corinthiano? Você tem uma bandeira da Croácia?

      Excluir
    3. Anonimo, até onde sei o correto é corintiano.

      IL, entendo sua revolta e tenho sentimento semelhante. Meu ponto é que eu prefiro separar as coisas e curtir mais a vida e as coisas que gosto. Sinceramente, a minha parte para melhorar esta bagaça eu já estou fazendo a muito tempo.

      Abraços

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas