Pai Rico, Filho Pobre

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Amigos, quero compartilhar uma história real que só me dei conta neste final de semana. Em uma visita à casa dos meus pais, perguntei ao meu pai se ele estava sofrendo muito com a queda da bolsa, e a resposta dele foi um casual “Não, até que tá tranquilo, não caiu muito”.

Depois desta resposta, fiquei com aquilo na cabeça e fui comparar a carteira do meu pai com a minha. Mas antes, preciso contar a história que está por trás desta carteira.

Em meados de 2012 (entre junho e julho), meu pai, já aposentado, foi assistir a uma palestra no banco em que mantém conta sobre investimento em ações. Na ocasião, o corretor, muito simpático, convenceu meu pai que ele deveria montar uma carteira de ações de dividendos e vendeu os benefícios do recebimentos dos proventos periodicamente, benefícios fiscais, etc.

Alguns dias depois, por telefone, o corretor falou novamente para meu pai e concordaram em fazer a operação. Na ocasião, ele investiu o mesmo valor em 7 empresas diferentes, que compunham a carteira de dividendos da corretora (ligada ao banco).

São elas: GETI4, ITSA4, ABEV3, UGPA3, LEVE3, VIVT4, CGAS3

Desde então, meu pai não comprou, vendeu ou trocou nenhuma ação, mantendo a carteira intacta e apenas recebendo os gordos proventos pagos por estas empresas. Inclusive, em alguns momentos de crise, ele tentou entrar em contato com o corretor e o mesmo já não trabalhava mais lá. Desde então nenhum corretor entrou em contato com meu pai com novas sugestões.

Depois de contar esta história, volto para o dia de hoje. Depois de ver meu pai tranquilo com suas ações, resolvi então fazer um estudo sobre os resultados desta carteira, assumindo um investimento inicial em 01/julho/2012 (meu pai não sabe a data exata, mas este nível de precisão é irrelevante para o estudo).

Veja abaixo a carteira do meu pai, com valores de compra em 01/07/2012 (ajustado por dividendos) e a evolução até hoje, 22/12/2014:



Como pode ver, a rentabilidade da carteira foi de +22,4%. Nada mal se comparado com o Ibovespa no período que foi de -8,6% e até mesmo o CDI, que teve performance de +23,68%. Principalmente se lembrarmos que a rentabilidade do CDI, em geral, é bruta e que deve ser descontado pelo menos 17,5% de IR, o que daria um resultado líquido de +19,5%.

Lembro também que a rentabilidade real do meu pai é diferente porque ele não reaplicou os dividendos, mas vamos considerar que ele tivesse reaplicado. São desconsiderados também custos de corretagem (que neste caso são irrisórios, porque foram poucas compras e nenhuma venda).

Bom, diante deste resultado, segui com meu estudo, fazendo a comparação com a minha carteira e fiz 3 simulações:

- Se eu tivesse montado minha carteira atual em 01/07/2012, sem aportes adicionais.

- Se eu tivesse montado minha carteira em 01/07/2012, mas sem os “pesos” PETR4 e GGBR4, e também sem contar com a WEGE3, que entrou na carteira somente neste mês.

- Um estudo com minha carteira atual, considerando meus preços médios de compra (é apenas uma simulação, pois a carteira passou por várias modificações, compras e vendas, etc.

Vamos aos resultados:

Performance simulada da minha carteira desde 01/07/2012


Performance simulada da minha carteira desde 01/07/2012, otimizada,sem PETR4, GGBR4 e WEGE3

Performance simulada da minha carteira atual considerando meus preços médios


Resumindo

- Ibovespa: -8,6 %
- CDI Bruto: 23,68% (líquido 19,5%)
- Carteira intocada do pai: 22,4%
- Carteira intocada do filho: 14,2%
- Carteira otimizada do filho: 16,2%
- Carteira simulada atual do filho: -3,9%
- Rentabilidade real do filho (sistema de cotas): -7,94% (setembro 2012 – dezembro 2014)

Conclusão

Não dá nem pra comparar os resultados reais da minha carteira (-7,92%) com a do meu pai (+22,4%). O problema é que neste meio tempo eu li uns 10 livros de investimento, estudei, criei o blog, aportei periodicamente, tentei fazer trade (no passado), adotei Buy & Hold, acompanhei o mercado quase que diariamente, etc. Enquanto meu pai colocou o dinheiro uma única vez e fica sabendo dos proventos só quando cai na conta, sem olhar para as cotações.

Além disso, eu poderia dizer que em partes, a minha performance foi prejudicada pelos custos de corretagem (mais de compra que de venda) que foram incorridos ao longo do tempo, mas de fato, acredito que a performance é baixa simplesmente por estar na busca constante pelo melhor e estar errado muitas das vezes.

Portanto meus amigos, aprendam que nem sempre quem sabe mais, tem supostamente a melhor estratégia ou acompanha a carteira mais de perto, terá melhor rentabilidade. Acabei de aprender uma grande lição e espero que sirva para reflexão dos meus colegas blogueiros e demais leitores.

O segredo é: Invista em empresas boas, tenha paciência e seja feliz!


Feliz Natal!


Importante:

Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

62 comentários

  1. EI,

    Esse é o EI que o Brasil e o mundo querem ver, rs. Post EXCEPCIONAL! É o que eu sempre falo. Não há segredos para investir na Bolsa.

    Basta apenas comprar mensalmente papéis de empresas boas, reinvestir os proventos recebidos e testemunhar, dia a dia, a criação da riqueza.

    E o seu pai se deu bem pois o corretor do banco dele não foi sacana e indicou, surpreendentemente, ações de empresas boas, apesar dessas PNs aí no meio, rs.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu IL, realmente não há segredo. O pior é que este inicio do meu pai com as ações foi o que me inspirou a começar em setembro do mesmo ano.

      Realmente o corretor foi bacana, mas ele não fez nada além de indicar a carteira "recomendada" de dividendos da corretora. Normalmente as corretoras indicam PN por ter mais liquidez e pelos dividendos maiores. Eu mesmo ja comprei muita PN assim e ainda tenho umas na carteira.

      Vivendo e aprendendo.

      Abraços

      Excluir
    2. EI,

      Agora que reparei, você não deveria ter excluído a coluna quantidade das tabelas? Algum anônimo vagabundo pode descobrir qual é o seu patrimônio, ao menos em ações, e fazer sabe-se lá o que...

      Abraços.

      Excluir
    3. IL,
      Obrigado pelo aviso. Mas estas quantidades são apenas para efeito de simulação e não refletem a realidade. Pode reparar que em todas as tabelas, se calcular o total (qtde x valor inicial) vai dar cerca de R$140K. Nem meu patrimônio e nem o do meu pai tem este valor. Pode ser muito mais ou muito menos. Quem sabe?
      Abraços

      Excluir
  2. Só fala para o seu pai olhar se os lucros estão se mantendo e também reinvestir uns 50% dos dividendos.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troll, eu estou meio sem moral pra falar alguma coisa, rs

      Eu falo pra ele sobre os lucros, mas ele nem olha. Na verdade ele nem sabe direito quais são as ações que ele tem. Ontem quando perguntei ele lembrava de apenas 5 e não lembrada das outras 2. Teve que recorrer a umas anotações. Vou tentar acompanhar as empresas dele para dar uns toques caso eu veja alguma coisa estranha.

      Reinvestir os dividendos seria uma boa, mas ele gosta justamente dos dividendos como fonte de renda, assim ele não tira de outras aplicações (RF) para o dia a dia. Hoje, após 30 meses, ele tem praticamente o mesmo valor investido de 30 meses atrás, sendo que neste tempo ele gastou os dividendos.

      Abraços

      Excluir
    2. Não fode Troll. Deixa o velho se divertir em paz... Se eu fosse aposentado ia moer tambem huahauhauahuhauaa

      Caralho, EI, estamos todos com vergonha hem??? O segredo talvez seja não ficar pulando mesmo (passarinho que pula quer chumbo) e fixar somente em ações de empresas boas. Tão simples tão obvio e a gente fica nessa de correr atras do vento, consciente ou inconscientemente.

      Parabens pro seu velho, vamos aprender rs

      abraço,
      Victor

      Excluir
    3. Fala Victor,

      Isso mesmo, deixa o velho curtir a alegria de gastar os proventos.

      Vergonha é pouco, estou totalmente desolado, rs. Mas vale o aprendizado. O pior é que tenho a sensação que se não fizer nada com minha carteira, daqui a 2 ou 3 anos, a carteira dele vai continuar andando melhor que a minha.

      Abraços

      Excluir
    4. Vitão, gerir uma pequena fortuna não é nada divertido. Deve ser por isso que o pai do EI conseguiu chegar lá, pois ele se envolveu pouco com o próprio patrimônio. Mas não vamos nos iludir: ele contou muito com o fator sorte, pois sabemos que Buy and Hold não se confunde com Buy and Forget. Além do mais, ele operou dica de corretor. Também sabemos o que geralmente acontece com quem segue essas "dicas quentes".

      O mínimo que ele deve fazer é reinvestir uma parte dos proventos e observar os lucros das empresas. Se ele mantiver o mesmo valor do patrimônio,vai chegar uma hora que a inflação vai corroer tudo.

      Excluir
    5. Troll, concordo que ele contou com o fator sorte, além de ter se envolvido pouco emocionalmente.

      Esta grana em ações representam cerca de 10% do patrimônio dele, portanto entendo que ao não reaplicar os dividendos, ele está automaticamente diminuindo a exposição em RV ao longo do tempo, o que em certa idade é razoável.

      Sem contar que ao não tocar no montante em RF, o bolo segue engordando pelo outro lado.

      Eu não acho que seja necessário reinvestir neste momento. Apenas ficar de olho nos lucros.

      Abraços

      Excluir
    6. Troll, se o Walter White tivesse ido comer putas, beber e caçar, em vez de reinvestir os dividendos em meth, não teria terminado daquele jeito...

      Abraço e bom natal pra voces putada!

      Excluir
    7. É interessante como tendemos a tomar um viés de confirmação pra aceitação de nossas afirmações.

      O comentário que o Troll fez, vai de encontro a um exemplo CLÁSSICO de sorte (carteira do seu pai). Algum corretor falou pra ele de alguns ativos que eram "bons", ele botou o dinheiro lá, largou e plim, foi bem!

      É muito difícil provar, estatisticamente, que alguém está indo bem por competência e não por sorte.

      Relutei um pouco em aceitar isso, achava isso um absurdo, mas hj vejo que não é tão simples assim...

      []s!

      Excluir
    8. No caso do meu pai, foi sorte mesmo, não tenho dúvida. Ele mal conhece as empresas e como funciona o mercado de ações.

      Na época que ele colocou eu fiquei um pouco tranquilo porque vi que eram empresas estáveis e boas pagadoras de dividendos, o que torna a carteira bem defensiva.

      Neste aspecto o corretor foi bem gente fina e possivelmente seguiu alguma politica do banco para indicação de ações de acordo com o perfil do investidor (idade, aversão a risco, etc)

      Abraços

      Excluir
  3. Eu comecei a investir na bolsa junto com meu pai. Na época eu tinha pouco dinheiro, algo em torno de 25.000. Meu pais investiu um pouco mais, algo em torno de 250.000. Data do investimento: Maio/2008. Um mês antes da grande crise da era moderna. Investimentos realizados: 50% Petrobrás, 50% Vale. Modalidade: fundos de ações da Vale.
    Em meados de 2012 eu chutei o balde e dei as minhas cotas de presente para minha mãe, estava valeno uns 14.000. Na semana seguinte ela vendeu tudo e colocou na poupança, se não tivesse vendido acho que teria menos uns 7.000. Meu pai mantém as cotas dos fundos, já disse para ele que não compensa tirar, melhor esperar Aécio ganhar as próximas eleições. rs. Neste natal irei encontrar com ele pois moramos em cidades diferente, nem vou tocar no assunto Bolsa para não estragar o natal dele, seria uma constatação de uma tragédia familiar, pelo menos nos próximos 4 anos. Esta foi a história: "Pai Pobre, Filho Pobretão".

    Ah, até que enfim encontrei alguém que investe na LEVE3 como eu, pede para seu pai criar um blog para trocarmos figurinhas, rs.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ótima postagem E.I
      U.Ó também tenho Metal Leve na carteira inclusive recebemos dividendos gordos esse mês. Abraço sócio

      Excluir
    2. Pois é Uó, vejo que a sua história foi um pouco diferente, infelizmente. No caso do meu pai ele nem sabia o que estava fazendo, mas deu sorte de encontrar um corretor "responsável".

      Sobre a LEVE3, eu sempre desconfiei dela, mas poderia ter apostado.

      Abraços

      Excluir
    3. Valeu Beto, obrigado pela força.
      Abraços

      Excluir
    4. Minha mãe saca mais de ações do que eu e meu pai junto, rs.

      Excluir
  4. Um leito do meu blog me mandou in private um caso de herança depois de algumas trocas de msgs peguei o big picture do acontecimento, pra infelicidade do cara o banco fez o contrário do que o corretor do seu pai fez. Entupiu o cara com Petr, ELPL,OGX enfim só tralha isso pra mim falar de gerdau e Usiminas

    Moral da história o pai do cidadão comecou com 1,4milhao caiu para 800 e hoje qdo ele recebeu a herança se vender tudo num da 140 mil.

    Seu pai teve foi é muita sorte de encontrar um corretor sensato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é VDD, veja só, meu pai poderia ter se lascado. E vemos que isso acontece com muita gente. O problema é a ganância de querer ficar rico na bolsa, enquanto deveríamos apenas aceitar uma posição mais conservadora.

      Como meu pai é mineiro, naturalmente desconfiado, acho que ele não entraria numa roubada destas.

      Acho que ele teve sorte 2 vezes. Primeiro por encontrar um corretor sensato e outra que as empresas realmente tiveram uma boa performance.

      Ainda bem que foi assim.

      Abraços

      Excluir
  5. EI,

    realmente não entendi sua conclusão.

    Neste período o CDI teve performance parecida com um risco INFINITAMENTE menor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não pagou provento algum, ao contrário da carteira de ações.

      Excluir
    2. Errado.

      Os preços que ele pegou são de algum gráfico já descontados os dividendos.

      Por exemplo, ITUB4 estava sendo a negociado entre 25,80 e 25,26 nesta época. O valor ele pegou de um gráfico já descontado (q apresenta variação entre 20,99 e 21,45), então já está considerando os dividendos.

      Uma compra realizada em 01/07/2012 (na verdade teria sido em 2/7/12) recebeu os primeiros proventos em 31/7/12. Se somarmos os dividendos e os juros líquidos de lá para cá, isso deu 2,3917.

      Excluir
    3. dimarcinho,

      Se você não entendeu, leia novamente. Tenho dúvidas sobre a sua percepção sobre o mercado de renda variável.

      A minha conclusão é que foi um bom investimento, comparado ao mercado de ações em geral, e principalmente se comparar aos meus e os seus resultados (ou a maioria das pessoas da blogosfera que investe em RV).

      Além disso, ele teve rentabilidade equivalente ao CDI estando exposto a um risco infinitamente maior de PERDER ou de GANHAR.

      Anonimo, neste aspecto dos dividendos, o dimarcinho está certo, os cálculos consideram a rentabilidade ajustada aos dividendos, como foi citado no texto.

      Abraços

      Excluir
    4. Mas EI,

      o cerne da questão é NÃO perder.

      Quem ficou no IBOV perdeu. Quem montou uma carteira "ruim" perdeu. E quem montou a tal carteira "boa" ganhou. Ganhou e ganhou bem do IBOV.

      Só que atingiu rendimento praticamente idêntico ao do CDI.

      Eu entendi o que você quis dizer. O problema é que você está comparando renda variável com renda variável (tal do benchmark). Só que para uma pessoa física só há uma meta (hoje aqui no Brasil, com a economia maiiiis ou menos estabilizada): vencer o CDI.

      Ter um trabalho gigante para ter a POSSIBILIDADE de MAL ganhar o CDI não faz sentido do ponto de vista de um investidor com Aversão ao Risco.

      Por isso que eu disse que não entendi o seu texto (a parte a seleção de bons ativos eu entendi, claro)

      []s!

      Excluir
    5. dimarcinho,

      Comparado ao Ibovespa ou ao mercado, o resultado foi espetacular. Isso foi conquistado com uma estratégia extremamente simples, sem estudo, sem monitoramento e sem cálculo de rentabilidade mês a mês. Esta é minha conclusão.

      Eu comparei com o CDI apenas por comparar. Não existe comparação com CDI num prazo tão curto. O mercado de ações está de lado ou caindo. Ganhar do CDI neste cenário é quase impossível.

      Ganhar do CDI é objetivo de longo prazo, mas são coisas incomparáveis. Podemos até chegar a conclusão que você chegou que investir em ações neste período não valeu a pena, mas não estou entrando nisso. Estou avaliando apenas RV.

      Eu estaria muito feliz se minha carteira de ações tivesse tido esta performance.

      Abraços

      Excluir
  6. Dimarcinho e EI,

    O fato é que no LP as ações vão render mais que o CDI. Se não fosse assim, quem seria burro de abrir uma empresa? Era mais fácil socar tudo na renda fixa e esquecer.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, eu tenho dúvida na frase acima na parte "vão render mais". Infelizmente eu não tenho tanta certeza. Eu diria que "deveriam render mais", mas certeza mesmo eu não tenho.
      Abraços

      Excluir
    2. EI,

      Relaxe e aguarde. Pesquise sobre o livro do Siegel e você verá que o Buy and Hold ganha de todos os outros tipos de investimentos no longo prazo.

      Leve em conta ainda que o CDI pagará cada vez menos, com a queda progressiva da Selic.

      Abraços.

      Excluir
    3. IL, eu li o livro do Siegel inteiro, na sua 5.a edição. Foi uma leitura fantástica e me tranquilizou bastante, mas o problema é que neste pais, até a lei da gravidade parece funcionar de forma invertida.
      Selic em queda, por enquanto só vejo subir.
      Mas estou tranquilo e confiante que ações tendem a ter melhor resultados que CDI. Mas até por isso é importante diversificar em RF, RV, imóveis e até uns dólares no exterior, como comentei no outro post.
      Abraços

      Excluir
    4. EI,

      Concordo com você, rs. No país das bananas o imponderável, infelizmente, pode acontecer. Por isso mesmo o ideal é investir em um pouco de tudo.

      Abraços.

      Excluir
    5. Investidor Livre,

      "relaxe e aguarde". Um detalhe: se ao chegar na época de sua aposentadoria, digamos lá pros 60 anos, tudo que você tentou acumular foi ficando pra trás e o tal patrimônio não serve pra muita coisa eu lhe pergunto:

      É pra relaxar ou continuar aguardando?

      []s!

      Excluir
    6. Dimarcinho,

      Mas quem disse que isso acontecerá? Eu não invisto apenas em ações e, além disso, eu acompanho meus investimentos. Se for necessário, certamente tomarei medidas para colocar as coisas nos trilhos.

      Abraços.

      Excluir
  7. Apesar dos revezes, eu ainda acredito que serei um pai rico no final das contas.

    Não desanima, EI. Teremos tempo de refinar nossas estratégias e colhermos os frutos pelo nosso empenho.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LdL, Eu busco todos os dias ser um pai rico. Não rico financeiramente, mas em valores e princípios.
      Temos que melhorar a cada dia.
      Abraços

      Excluir
  8. Acompanhando a discussão do post eu me alinho muito mais com a visão do DIMARCINHO. Estou cansado de ver minha carteira de ações ganhar uma merraca porcento do IBOVESPA e perder feio para o CDI.
    Apesar de concordar que o IBOVESPA deveria ganhar da Renda Fixa não é isso que vem acontecendo no Brasil por vários anos. E neste tempo todo eu tenho de comer, pagar escola de filhos e moradia que sobem num percentual muito diferente do IBOVESPA.
    O livro do Siegel é muito bom e já está em sua enésima edição, mas foi escrito num momento econômico diferente do atual e não num país "jaboticaba" como o nosso.
    Finalmente, apesar de ser uma história de final feliz esta experiência de investimento na bolsa de seu pai, ela é um episódio isolado que não tem relevância estatística e assim não ofereceria base para a conclusão que vc chegou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Data160,
      Eu também concordo que investir em ações neste pais esta se mostrando um péssimo negocio, baseado principalmente nos resultados dos últimos anos. Mas isso não esta em discussão. Todos nós sabemos dos riscos do mercado de ações e estamos cientes que é possível ganhar ou perder. Se esta discussão estivesse ocorrendo em 2007, estaríamos com uma visão totalmente diferente. Analisar 2 ou 3 anos não é suficiente para tirar uma conclusão definitiva a respeito deste ponto.
      A bolsa não é lugar pra ficar rico, então o mais correto é diversificar com um peso grande na RF e menor na RV, assim você não coloca em risco o dinheiro para ser usado com saúde, alimentação, etc.

      Com respeito ao livro, eu li justamente a última edição do ano passado, com dados bem atualizados e contemplando a crise de 2008. De qualquer forma, eu concordo que muitas das coisas lá não se aplicam ao país das jabuticabas.

      Sobre o meu pai, é claro que não tem embasamento estatístico, mas eu quis mostrar uma situação real, com método extremamente simples, que deu certo. Não acho que é a melhor técnica do mundo e nem as melhores empresas do mundo, mas deu certo e penso que vale a pena refletir o que nós, investidores mais espertos que meu pai, estamos fazendo de errado para ter resultados tão ruins.
      Não é um post para conclusão, mas para reflexão.
      Abraços

      Excluir
    2. EI,

      Eu acredito no Buy and Hold pelos seguintes motivos:

      1)Ninguém seria burro de abrir uma empresa se a renda fixa remunerasse melhor.

      2)A tendência de queda da Selic ao longo do tempo.

      3)Os dados e fatos que provam isso, vide o estudo do Siegel e os exemplos do Buffett (EUA) e Barsi (Brasil).

      Abraços.

      Excluir
    3. 1) Seria sim. Principalmente às custas de terceiro, pois ele pode ganhar muito dinheiro com as receitas e altos salários.

      2) Qual escala de tempo? O que veio acontecendo nos últimos 10 anos?

      3) O estudo de Siegel vc não leu (até a última vez). Ele fala de MÉÉÉÉDIAS. E o estudo é baseado em ETFs (Dow Jones e S&P500).
      Buffett, infelizmente, não pode ser exemplo pra gente.
      E Barsi, com certeza absoluta, se alavancou muito e deu um tiro certo em algum momento da carreira. É só vc fazer as contas.....

      []s!

      Excluir
    4. IL e EI:
      Não se iludam.
      O Dimarcinho mesmo te um estudo no blog dele comparando a RF com a RV nos últimos 15 anos, em que se conclui que a RF dá de goleada no risco X retorno, e até mesmo ganha se apenas se olhar o retorno...

      Excluir
    5. Dimarcinho,

      1)E quem será trouxa de investir em uma empresa como essa?

      2)Não estou com os dados aqui, mas a Selic de 2014 é menor que a de 2004.

      3)Pois é, se com ETFs (que são uma porcaria) o resultado foi esse, imagine então com uma carteira de empresas boas. Buffett e Barsi e tantos outros investidores famosos são a prova de que com disciplina e paciência é possível vencer na Bolsa.

      Abraços.

      Excluir
    6. 1) Essa vc deixar vc refletindo, rsrsrsrs

      2) Sim, a nossa SELIC diminuiu nos últimos anos. Pq nossa economia andou mais ou menos nos eixos. Mas não se engane: os juros caíram na maior parte do mundo devido à uma crise de liquidez....

      3) Este é um erro de raciocínio. "Se o ETFs (que são uma porcaria) tiveram esse resultado, então irei melhor.". O ibov pode ter critérios ruins, mas o S&P500 possui filtros muito melhores. Vc tá usando estudos COMPLETAMENTE diferentes e usando as conclusões deles....
      E faça umas contas básicas aí de aportes x capital acumulado e tente achar a magia que Barsi ou Buffett fizeram.

      Excluir
    7. Anonimo 26/12 01:47

      O problema é que as pessoas vêem as coisas e simplesmente aceitam como verdade. Não me lembro do estudo, mas certamente considera a comparação Ibovespa x CDI.

      Se você considerar o IBX, que é um índice mais coerente que o Ibovespa, verá que o resultado é um pouco diferente.

      Entre 1999 e meados de 2014, os resultados foram os seguintes:

      Ibovespa: +683,3%
      CDI: +736,8%
      IBX: +1619,8%

      E agora, melhora a relação risco x retorno da RV x RF?

      Sem falar que na época não existiam indices como IDIV, então não dá para comprarar, mas estes índices hoje em dia também tem resultados bem consistentes quando comparado com Ibovespa.

      Além disso, tem que se levar em consideração quais eram os investimentos disponíveis em RF na época. Pelo que me lembro não era tão fácil assim ter rentabilidade de 100% do CDI, para o pequeno investidor, fora IR.

      Abraços

      Excluir
    8. dimarcinho e IL,

      Minha opinião:

      1) Não há garantia nenhuma que RV será melhor que RF. Deveria ser, mas não dá pra saber, pelo menos aqui na terra dos índios. Existem empresas que são boas para os executivos e nem tão boas para os acionistas. Cabe estudar e identificá-las.

      2) SELIC está caindo ao longo dos anos, é verdade, existe tendência de queda, mas não temos nenhuma garantia que isso vá acontecer e nem quando.

      3) Apesar dos estudos nos EUA mostrarem que na média RV tem melhor rentabilidade, não podemos usar os mesmos parâmetros aqui. Por outro lado, é uma relação risco retorno. Alguns podem ganhar muito e outros perder muito, assim como alguns vão ficar perto da média. Cada um tem que saber até onde deve ir ou arriscar seu patrimônio. Não existe garantia de nada.

      Abraços

      Excluir
    9. EI,

      1) Perfeito.

      2) Perfeito.

      3) Perfeito.

      []s!

      Excluir
    10. Pessoal,

      Chegamos a conclusão então que devemos diversificar e investir em um pouco de tudo como ações, FIIs, Tesouro Direto, poupança, imóveis, moeda estrangeira, etc.

      Abraços.

      Excluir
  9. Na essência nosso entendimento é o mesmo, pois ambos vivemos no país da jaboticaba.
    Acho que a provocação para uma reflexão sobre erros e acertos na estratégia de investimentos é extremamente oportuna neste momento que estamos passando.
    Isso pode nos levar a repensar melhor como montar um portfólio de renda variável que dê menos solavancos.

    ResponderExcluir
  10. EI,

    Belo post, a carteira do seu pai tem de fato boas empresas e fico feliz de saber que existem ainda bons corretores em alguns bancos.
    Recentemente escrevi um texto falando sobre alguns conselhos, e dentre eles estava o de não comprar seus rendimentos com os outros. O meu medo é você mudar sua estratégia, baseado no desempenho de outra pessoa. Os objetivos são diferentes, logo as estratégias também serão e as rentabiliades também.
    Você já sabe o segredo. Foco na missão e feliz natal!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. B. Simplinvest,

      É realmente um risco ouvir conselhos, de quem quer que seja, principalmente sobre investimentos.

      Sobre mudar a estratégia para tentar se aproximar dos resultados de outros também é uma bobagem. Voce só saberá se sua estratégia foi efetiva ou não se a mantiver por um certo periodo de tempo. Eu vivo comentando em outros blogs a minha visão que nao devemos ficar pulando ou mudando a estratégia no curto prazo. Imagina se eu troco minha carteira e deixo igual a do meu pai e ela começa a derreter enquanto os papeis da minha carteira original foguetam. É complicado. O melhor é tentar aprender com os proprios erros e evitar mudanças radicais, principalmente quando se está ruim. Pode ser que esteja ruim porque a estrategia é ruim, mas pode ser também que é apenas um ciclo de baixa para a sua estrategia que é boa no longo prazo.
      Abraços

      Excluir
    2. Exatamente EI, concordo em gênero, numero e grau com você!

      Abraços!

      PS: Te adicionei a minha blogroll!

      Excluir
  11. EI,

    Nosso problema é o governo de merda que ferra a economia e não respeita regras previamente acordadas. Se tivessemos um governo sério, o Ibovespa seria uma maravilha. Eu optei por focar em RF, FII e reinvestir os proventos, talvez compre ações novamente na bacia das almas (isto é, boas empresas e com dividendos acima de 12% ao ano e mesmo assim para swing trades). Bom 2015!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HM, eu fui meio displicente com alguns comentários aqui.

      É muito difícil saber até que ponto vale a pena a renda variável neste país, desta forma não é bom arriscar todo seu dinheiro nisso. Por outro lado, acredito que alguma coisa temos que arriscar pelo menos para não chegarmos lá na frente e chegarmos a conclusão que perdemos oportunidades.

      Um abraço

      Excluir
  12. EI, parabéns pelo post, um dos melhores que ja li sobre investimentos.
    Realmente é para questionar se vale a pena investir em RV.
    No meu caso, que sempre investi em RF e de uns tempos pra ca comecei a observar melhor o mercado de ações, ja da pra tirar algumas conclusões:
    1) diversificar
    2) um minimo de bom senso é necessário, senão começamos a investir em furadas do tipo previdência privada, OGX, fundos de ações;
    3) muita gente vai perder dinheiro na bolsa comprando na alta e vendendo na baixa, acho que isso nunca vai mudar
    4) bolsa é investimento de risco e o retorno a LP tende a ser superior que CDI; só exponha um percentual que voce fica confortável, se não acontece o que descrevi no item 3.

    No mais, parabéns pelo post, vou procurar acompanhar o seu blog. Abraço

    ResponderExcluir
  13. Só complementando, a discussão sobre como o Barsi ficou rico... Ele é contemporâneo do Bazin, que ficou rico na década de 80 (década perdida) com um método bem simples, focado nos dividendos.
    Pelo que sei, o Barsi ficou rico na mesma época e usa um estratégia voltada em dividendos (e empresas boas). Ele tem um percentual alto da Eternit, que ja vi que apresentou rendimentos muito bons pra quem entrou la no inicio. Com várias outras empresas isto também aconteceu.

    Tanto um quanto outro, ficaram ricos depois de muito tempo, no caso do Bazin, depois de quebrar a cara bonito em uma crise da bolsa (71).

    Nestes dois casos, a experiência, paciência , estratégia e determinação fizeram muita diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BaTtD,
      Me desculpe pela demora em responder, eu não me dei conta que faltava responder aqui.

      Concordo plenamente com você em seus comentários: Diversificação, estudo e paciência são os pontos mais importantes para aumentar suas chances com os investimentos.

      Eu não acho que somente a estratégia de focar em dividendos tenha sido o grande responsável pelo enriquecimento do Barsi. Muito provavelmente aumentou as chances dele, por tratar, normalmente de investimentos mais conservadores, mas certamente algumas tacadas certas em algum momento foram os maiores responsáveis pela multiplicação da renda.
      Um abraço

      Excluir
  14. Olá EI. Brilhante post, Brilhante! Quero um destino como o do teu pai. Eu tentei ter alguma noção sobre bolsa de valores, análise de empresas, li uns 6 livros sobre o assunto, assisti os vídeos do Bastter. Li as cartas do Buffet, vi vídeos do Parisotto e do... fugiu o nome.

    Hoje a melhor abordagem que vi foi: comprar empresas com prospectos de longo prazo que são imunes às crises, que tem um diferencial frente a concorrência e estão em setores sem crescimento. Empresas que paguem bons dividendos porque o óbvio é coisa de criança... se pagarem 17]% de dividendos sobre o valor aplicado sua carteira rentabilizou 17% fora a variação do ibovespa o que é um resultado extraordinário.

    Agora um mea culpa... não consegui reinvestir os dividendos recebidos em 2014 por motivos diversos, espero que não seja preciso repetir o mesmo em 2015.

    Sua postagem foi um marco para mim. Obrigado por ter compartilhado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pastor, que bom que gostou do post. Eu também tenho estudado bastante e como disse no post estou perdendo feio para a carteira básica "sem estudos" avançados do meu pai.

      Eu acho este tema de dividendos meio complicado, pois como você disse, uma empresa pode estar pagando 17% de dividendos, mas ninguém garante que estes dividendos são sustentáveis no longo prazo (alias, normalmente uma empresa que está com DY muito alto é porque o mercado está precificando uma queda nos dividendos no futuro).

      Sobre reinvestir os dividendos, obviamente são o grande motor de uma carteira para formar a bola de neve, mas não temos como garantir que motivos diversos não vão atrapalhar o caminho. Tente não repetir isso em 2015.

      Abraços

      Excluir
  15. Antes que eu me esqueça.. por favor, me adicione aoseu blogroll. Fiz uma postagem para desmistificar o dízimo e orientar para quem ler saber o que dizer quando ouvir alguém pedindo $$ para agradar a Deus.

    contribuições ao texto são bem vindas.

    abraço

    ResponderExcluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas