Fechamento - Agosto 2014

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Este mês foi nota 10! Porque? O Ibovespa disparou e de quebra ainda consegui bater o índice, atingindo rentabilidade superior a 10%!

Além disso, foi um mês inesquecível para a minha carreira, com conquistas indescritíveis.

Mas nem tudo neste mês foi azul com bolinha, temos que lembrar da trágica morte do Eduardo Campos. Com isso aconteceu uma reviravolta no cenário político e estou achando que meu candidato não vai nem para o segundo turno. De qualquer forma meu voto contra o atual governo permanecerá, independente do resultado do primeiro turno.
Vamos aos números gerais da carteira.

Alocação: 100% em ações
Rentabilidade Agosto/14: +10,26% (Ibovespa +9,78%)
Acumulado Jan-Ago/2014: +9,87% (Ibovespa +18,99%)
Acumulado Histórico Jan/12 - Ago/14: +10,66% (Ibovespa +7,41%)

Vamos aos detalhes:

O aporte do mês foi bem pequeno, cerca de 1% sobre o valor da carteira e abaixo do meu objetivo mensal em termos nominais, conforme descrito aqui. Além disso fiz uma operação de venda de parte de minhas ações da Petrobras para rebalanceamento da carteira, conforme descrito aqui.

Seguindo a metodologia de alocação de ativos, as compras foram feitas de modo a balancear a carteira com o percentual estipulado como ideal para cada ativo.

As compras do mês foram:

Data       Ação    Preço Compra
08/08/14   GETI3   14,94
08/08/14   PSSA3   31,16
20/08/14   CIEL3   42,30 
20/08/14   CRUZ3   20,95 
20/08/14   GRND3   14,94 
20/08/14   ETER3    8,45 

Sendo que as compras do dia 08/agosto foram feitas somente com dinheiro do aporte e as do dia 20/agosto foram feitas com o dinheiro da venda de parte da Petrobrás.

Destaques positivos na carteira mês:
HGTX3: +32,53%
CSAN3: +25,10%
GRND3: +23,57%
PETR4: +22,25%

Isso pra falar só das que subiram mais de 20%

Destaques negativos na carteira no mês:
VALE5: -10,85%
GGBR4: -2,48%

Veja como ficou a composição da carteira:



Veja abaixo como está o gráfico com a rentabilidade mensal e acumulada no ano, comparada com Ibovespa.



Conclusão

Sigo perdendo para o Ibovespa no anual, mas finalmente voltei a bater o índice no mensal, se não tivesse vendido a parte da Petrobrás provavelmente teria batido o índice em uns 2%, mas não posso reclamar. Com relação a polêmica venda, que rendeu mais de 100 comentários para o post, confirmo aos amigos que estou muito satisfeito com o resultado, vejo minha carteira mais equilibrada e sinto menos a pressão da volatilidade.

Tudo normal no curto prazo e sigo firme na estratégia de longo prazo.
Abraços!

Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

25 comentários

  1. EI,

    Parabéns (para nós) pela rentabilidade! Vamos ver como o ano vai fechar.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Isso é um foguete?
    10% no mês! Caracas!
    Eu se fosse você, convidaria a esposa para jantar fora e regado a um bom vinho, comemoraria o resultado.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bbb, realmente este mês foi skyrocketing. Pode deixar, já escolhi um bom vinho pra comemorar.
      Abraços

      Excluir
  3. Belíssima rentabilidade. Parabéns.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu ADP, vamos ver se vai ter consistência.
      Abraços

      Excluir
  4. Excepcional rentabilidade, EI!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Que isso ZM? só acompanhei o Ibov.
      Ainda estou longe no anual. Vamos ver se os ventos mudam.
      Abraços

      Excluir
  6. Respostas
    1. Uó, estou longe de virar a mesa, mas pelo menos segui o mercado desta vez. Vamos acompanhar.
      Abraços

      Excluir
  7. Parabéns EI e fez boas compras também mas independente da subida ou descida o importante é a manutenção da estratégia isso que faz toda diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Fábio, é isso aí, seguimos na execução da estratégia.
      Abraços

      Excluir
  8. Parabéns E.I.!
    Que os ventos soprem a nosso favor!

    A propósito. Fica 100% em R.V. sempre?
    Não acha arriscado?
    E se aparecer um saldão no próximo mês? rsrsrs

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Migrante, pra dizer a verdade mesmo, a carteira que acompanho a rentabilidade é somente a de ações.

      Meu patrimônio real está distribuído em imóveis, RV, RF e negócios. Na avaliação anual eu dei mais detalhes sobre isso.

      Veja aqui: http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br/2014/01/raio-x-2013-que-venha-2014.html

      Eu seria realmente louco que estivesse somente em RV.

      Abraços

      Excluir
  9. Que rentabilidade! Meus parabéns!
    Com relação à venda de PETR, não concordo. Você já falou sobre seus pontos na post e tudo mais, mas e se o momento atual da PETR for o fundo do poço e ela chegar a subir novamente, você vai continuar vendendo? Ao meu ver não tem muito sentido isso, concordo com parar de comprar e aportar nos outros ativos, porém vender nunca, ao meu ver, é uma boa solução pra balancear a carteira.
    Mas pelo visto a sua estratégia vem dado muito certo, parabéns!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PR, veja, minha atitude (venda PETR) não foi exatamente um regra da minha metodologia. Na verdade minha metodologia prega justamente o contrário (não vender) assim como você.

      O que aconteceu foi uma exceção em uma situação atípica. Até o ano passado eu tinha cerca de 10% em ações da PETR e este era meu objetivo. Depois de muito estudo e um pouco de experiência, decidi diminuir o percentual objetivo para 5%, mas não pretendia vender para chegar nos 10% então fiz um plano de redução gradual do percentual (para que não ficasse anos sem aportar na PETR). Desta forma elaborei um plano de transição para comprar em algumas condições, mesmo que demorasse mais para chegar nos 5%. O que aconteceu é que seguiu caindo forte no início do ano. De repente a coisa virou e PETR subiu mais de 60% e com isso deixou meu plano de transição totalmente desequilibrado. Notei que ao vender eu conseguiria finalmente chegar no equilibrio não só da PETR mas de toda a carteira, então fiz.

      Não foi uma atitude impensada e nem tomada pela emoção. Se subir forte novamente eu não tenho os mesmos motivos para vender então é improvável que eu venda, mas não descarto analisar situações atípicas no futuro.

      Valeu, abraços!

      Excluir
  10. Boa rentabilidade EI!

    Interessante ver que mesmo com uma carteira tão diversificada, sua rentabilidade foi acima do IBOV. Parabéns ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I.I.
      Isso aconteceu neste mês (fiquei acima do Ibov), mas se olhar o ano verá que a coisa não está bem assim. A diversificação eu não acho que seja fator determinante para ficar acima ou abaixo do mercado, mas diversificação por outro lado diminui a volatilidade.
      Peter Lynch administrava um carteira com cerca de 1500 ações e mesmo assim batia o mercado, então tudo depende da composição, principalmente no longo prazo.
      Abraços

      Excluir
  11. A propósito, viu o plano de governo da Marina? E sobre a proposta de colocar o pré-sal em segundo plano? Será que ela não conseguirá afundar ainda mais a Petrobrás u,U

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I.I., não vi o plano de governo da Marina e pra dizer a verdade é improvável que eu veja qualquer coisa dos candidatos, pois neste país estas coisas são peças de ficção científica e duvido que tenham consistência (digo para todos os candidatos).

      Minha primeira meta este ano é desmantelar a organização que está no poder. Se conseguirmos isso, com uma ou outra das opções, já acho que será uma vitória.

      Abraços

      Excluir
    2. Seria muito interessante que o pré sal fosse explorado aos poucos, sem essa maluquice de fazer uma dívida monstruosa contando com petróleo das profundezas do oceano.

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas