Vai pedir para a Dilma

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Amigos, estamos aqui no "day after" de um dia bem triste da nossa história.

Sem querer ficar com mimimi, quero deixar claro que reconheço o resultado como legítimo e não culpo determinados moradores de uma ou outra região pelo resultado. Esta foi uma escolha democrática e o povo escolheu quem será o novo presidente.

Porém, o resultado da eleição deixa clara uma coisa.

48,36% da população trabalha e paga as contas dos outros 51,64%.

Agora chegou a hora dos 48,36% mostrarem seu valor! Veja abaixo algumas atitudes simples para melhorar o país:

- Reduza o consumo e aumente a frugalidade (evite ao máximo comprar itens supérfluos e desnecessários)
- Alimentação somente em casa (evite restaurantes)
- Acumule moeda estrangeira (compre mensalmente e guarde em casa em lugar seguro)
- Investimento no exterior (procure uma maneira de remeter legalmente dinheiro para o exterior e os mantenha investidos lá, por segurança)
- Não faça doação, nem pro Criança Esperança. Se alguém vier te pedir alguma coisa diga "A Dilma já leva boa parte do que ganho, vai pedir pra ela".
- Evite viagens e turismo pelo país. Prefira viajar para o exterior (se o fizer, aproveite para comprar tudo que puder lá, até compras de supermercado)
- Compre passagens aéreas de empresas estrangeiras
- Compre produtos importados
- Não apoie movimentos, protestos e passeatas, afinal não servirão para nada
- Invista em você, aprenda outros idiomas e se qualifique profissionalmente. Se a coisa não mudar, com dinheiro no exterior fica mais fácil sair do pais

Atitudes simples que realmente vão mostrar o poder da população que consome e paga impostos neste pais.

42 comentários

  1. A única coisa que sei é que Petro vai retornar para a casa dos 13 como já tinha falado aqui no seu blog tempos atrás, é questão de tempo.
    Sobre seus conselhos do post, enviar grana pro exterior e fazer turismo lá só vai agravar o problema. Boa fora sua. O resto estou de acordo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó, talvez você não tenha entendido. Agravar o problema de quem?
      Você acha que tem que comprar tesouro direto? Isso é dinheiro que você está emprestando para o governo (tudo que o governo quer é que alguém empreste dinheiro para ele, assim a máquina pode crescer infinitamente).

      A idéia é reduzir o consumo, não para aumentar a poupança, mas para desacelerar a economia mesmo

      Excluir
    2. Disse que gastar dinheiro lá fora não vai ajudar o Brasil, só isto. rs

      Excluir
  2. Faça um curso do Senai e do Pronatec! rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk

      No Senai eu até topo, pois não tem nada de governo lá

      Alias, faria no Pronatec também, pois quem paga aquilo sou eu mesmo. Seria ótimo se a qualidade fosse suficiente para alguém realmente se qualificar lá

      Excluir
  3. A única dica que faz sentido é investir em si mesmo. Todas as outras estão contaminadas por mimimi... Kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou evitar qualquer coisa que ajude o país. A partir de agora a única ajuda será para minha conta bancária, kkkk

      Excluir
  4. Eu estou chateado e acho que vc está é revoltado.rs

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele está tão revoltado que perdeu a noção das coisas. Não existe essa situação onde 48% sustentam o 52%... rs

      Excluir
    2. tb acho, na verdade 10% pagam a conta dos outros 90%. Eu estou nos 10%

      Excluir
    3. Então você está afirmando que 90% dos brasileiros não trabalham e são sustentados pelo Estado através de impostos pagos pelos outros 10%?

      Excluir
    4. Troll, não foi isso que eu disse, mas eu estimo que cerca de 10% da população (ou 20 milhões de pessoas, que é um número razoável), é a parte da população que GERA empregos e PAGA impostos num valor MUITO ACIMA daquilo que recebe em retorno do estado.

      Nos outros 90%, tem certamente uma parcela da população que não trabalha (sic), mas uma grande maioria que trabalha mas não paga impostos suficientes para o retorno, mesmo que precário, provido pelo estado (alguns pagam abaixo do retorno e outros pagam o suficiente para o retorno ridículo que recebem).

      Eu me considero uma parcela da população que paga impostos num montante tão alto que não recebe praticamente nada em retorno. Justamente por não receber nada, eu preciso pagar por serviços privados para algo que eu poderia receber do estado. A lista é longa:

      - Segurança privada (sou obrigado a morar em condomínio fechado para ter o mínimo de segurança)
      - Escola privada para os filhos
      - Seguro saúde
      - Carro - transporte privado (pode ser que eu não deixasse de ter carro, mas se o estado investisse adequadamente em transporte público, possivelmente o transito fosse melhor e eu perdesse menos tempo da minha vida nisso)
      - Previdência privada

      Sem falar em seguro do carro (custo impactado por problemas de segurança pública), manutenção do carro devido a baixa qualidade de ruas e estradas, etc.

      Meu resumo é que não recebo nada em troca do caminhão de impostos que pago (seja pelo IR, ICMS, IPVA, IPI, IOF, ISS ou todos os outros embutidos em cascata em tudo que consumimos). Existe uma parcela da população que se beneficia dos impostos que EU pago, o que considero até justo do ponto de vista de uma civilização, mas o que não dá pra aceitar é que eu não receba nada em troca e ainda tenha que aceitar ser governado por um por esta turma que não tenho palavras para descrever.

      Minha atitude agora (mesmo continuando a pagar impostos) será de não ajudar em mais nada o país, além daquilo mínimo necessário, ou porque não dizer obrigatório, que já é demais.

      Minha expectativa é que o governo, ao passar por um aperto, mude de atitude e melhore a gestão para que efetivamente o dinheiro seja gasto em benefício da população. Na hora que o governo demonstrar que quer melhorar a vida das pessoas, inclusive a minha, pode ser que eu me estimule a voltar a dar a minha contribuição, consumindo, gerando mais empregos e pagando mais impostos.

      Excluir
    5. EI,

      É exatamente por isso que eu apoio a sonegação em nosso país. Ou temos um Estado mínimo ou um Estado social. O que não dá para aguentar mais é a situação do Brasil, onde os impostos são de Estado social e os retornos de Estado mínimo.

      Eu, particularmente, defendo o Estado mínimo.

      Abraços!

      Excluir
    6. IL, eu não posso afirmar que sou a favor do estado mínimo, porque acho que a coisa se inverte para o outro lado, mas acredito que o estado deveria ser menor, ou muito menor, do que é hoje.

      Acho que se dividir pela metade o tamanho do estado, seja diminuindo cargos públicos desnecessários e privatizando o que falta privatizar, inclusive os bancos públicos e a Petrobrás, já estaria de bom tamanho.

      Veja a diferença entre empresas públicas e privadas. É uma vergonha a diferença de produtividade entre umas e outras.

      Isso porque estou falando apenas em gastos e produtividade, se entrarmos para a linha de fraudes e desvios de dinheiro, aí não dá nem pra comparar.

      Excluir
    7. Então é para ter peninha de vocês empresários? Nossa, vocês realmente são vítimas do sistema. Coitado dos empresários. Os estrangeiros que estão vindo pra cá ganhar as maiores margens de lucro do planeta são mesmo um bando de otários.

      Gostaria que você me dissesse qual a carga tributária da sua empresa. Não, eu digo: é ZERO! Nenhum empresário paga imposto em nenhum lugar do mundo, pois é tudo repassado para o preço dos produtos! É lógico!

      EI, a estrutura tributária brasileira é extremamente regressiva e indireta, o que significa que a carga tributária sobre a população mais pobre é MAIOR proporcionalmente a renda do que a carga tributária dos mais ricos.

      Supor que algum brasileiro recebe retorno dos impostos pagos é surreal. O Brasil é um dos últimos países no ranking de retorno em serviços públicos dos tributos pagos pelos cidadãos. Então você acha que o pessoal que recebe bolsa-família se dá bem? Beleza, vende todos os seus bens e vai viver de auxílios. Ou então faz melhor: vai morar lá no sertão do nordeste, já que você que eles estão melhores do que nós, pois não pagam impostos e mamam nas tetas do Governo. Não, aí você não quer né... rs

      Excluir
    8. Troll,

      Primeiro de tudo, eu não sou empresário ou pelo menos esta não é minha atividade principal. Tenho sociedade em 2 negócios que me geram uma renda passiva pequena sem o meu envolvimento. O que estou falando é principalmente do IR que pago na fonte, mais todos os outros tributos que pago como pessoa física embutidos em tudo. Desta maneira, você nem precisaria tentar me explicar que as empresas não pagam imposto e apenas recolhem. Na verdade estes impostos oneram as empresas brasileiras e as tornam menos competitivas, mas não vamos entrar nesta discussão que é mais profunda.

      Como falei, eu estou falando de impostos que pago como pessoa física, os quais recebo quase nada em troca, por isso mesmo tenho que contratar todos os serviços privados que falei em meu comentário. É claro que eu gostaria de receber um mínimo em troca, em todos os países desenvolvidos as pessoas pagam pesados impostos e recebem muita coisa em troca, porque aqui não pode ser assim? A sua frase dizendo que é surreal me soa como um conformismo de que as coisas são como são e pronto.

      Eu não estou reclamando da minha vida e nem quero que tenham pena de mim, muito pelo contrário. Mas saiba que tudo que conquistei foi fruto do meu esforço. Estudei em escolas públicas até o colegial e paguei minha faculdade privada com meu trabalho. Comecei do zero e cheguei onde cheguei. Mas sei também que tenho que devolver algo para a sociedade, pois só prosperei porque esta sociedade me deu as oportunidades que consegui aproveitar.

      Não sei onde quer chegar quando você fala que devo largar as coisas para viver dos benefícios do governo. Quem falou que eles estão melhores que nós? Eu tenho familiares no interior da Bahia e conheço muito bem o que é um povo sofrido. Na verdade eu não desejo este sofrimento para ninguém, mas a forma como este governo faz, com uma compra de votos disfarçada de assistencialismo é que não dá. Conheço muita gente, inclusive familiares que preferem não ter emprego com carteira assinada para não perder o bolsa família.

      Sei que o pais é pobre, mas tem um potencial enorme e deveria incentivar o desenvolvimento justamente para trazer benefícios para as camadas mais pobres, mas infelizmente tem um governo que considera crime empresários terem lucros (pelo que parece, pelo seu comentário você também considera).

      É claro que eu não quero viver de benefícios do governo e nem espero isso, mas o que espero é que o governo devolva pelo menos uma parte em serviços com um mínimo de qualidade, mesmo que eu não os utilize, mas indiretamente estaria me beneficiando. Pelo visto isso está muito longe de acontecer aqui neste país e possivelmente só seria possível se eu tivesse a oportunidade de viver em um país mais justo.

      Neste momento, não tenho a possibilidade de sair do pais, mas por outro lado, vou reduzir a minha parcela de contribuição até que eu veja uma luz no fim do túnel.

      Abraços

      Excluir
    9. EI, eu estava te instigando e você deixou um texto aqui. Parabéns. Veja bem, eu concordo com muita coisa que você escreveu, mas não me agradam esses alguns argumentos baseados em senso comum ou aqueles repetidos do Facebook.

      O País tem enormes diferenças regionais na renda per capita. Seria o fim da picada se não existisse uma política de transferência - condicionada, claro - de renda. O bolsa-família tem um propósito nobre, mas tanto o governo quanto os beneficiários podem acabar deturpando tudo. Eu também não concordo com o propósito eleitoreiro e com o terrorismo que o PT usa para escravizar eleitores. Também acho um absurdo alguém recusar trabalho para continuar recebendo auxílio. Mas também veja pelo outro lado: o salário-mínimo é uma porcaria não? Até aqueles limpadores de para-brisa de sinal de trânsito devem tirar uns dois salários por mês. A estrada para o desenvolvimento é longa é árdua.

      Um abraço!

      Excluir
    10. Beleza Troll, valeu a conversa, serviu também para eu pensar um pouco mais.

      Espero que minhas dicas aqui neste post sirvam para as pessoas pensarem o quanto elas são importantes para a economia e eventualmente decidirem como elas podem influenciar o todo.

      Concordo que a estrada para o desenvolvimento é muito árdua, mas sem reformas estruturais não vamos chegar nunca e é sobre isso que quero falar.

      Tamo junto!

      Abraços

      Excluir
  5. "procure uma maneira de remeter legalmente dinheiro para o exterior".

    Faça um post mostrando formas de investir no exterior que sejam mais vantajosas que investir aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou estudando o assunto. Vou começar abrindo uma conta e vou publicar aqui no blog as dicas, pode deixar

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Anonimo,

      Não se espera muita credibilidade de um blog escrito anonimamente por alguém. Espera-se unicamente que o blog reflita o pensamento e opiniões do blogueiro. Quem gostar das opiniões segue e lê, quem não gostar não o faz.

      Falando em investimento no exterior, a minha resposta anterior foi incorreta, pois eu respondi que não sabia como fazer para investir no exterior e estava estudado COMO fazer, para depois poder ajudar outras pessoas que queiram fazer o mesmo.

      Em nenhum momento eu falei em ser melhor (vantagens) ou pior investir no exterior ou aqui. Acho que você não entendeu o post. O que o post prega é tirar o dinheiro do país, menos dinheiro em circulação aqui e evitar comprar títulos do governo aqui.

      Financeiramente não posso dizer que existe vantagem, mas em nenhum momento eu indiquei uma vantagem financeira. A indicação serve para Diversificação (moeda estrangeira) e Segurança, pois se o país virar uma Argentina ou Venezuela, parte do seu dinheiro está em outro pais. Caso não saiba, nestes países não existem formas fáceis de remeter dinheiro para o exterior, pois não existe dólares disponíveis no mercado e o governo não libera remessas (que no fundo significa compra de dólares).

      Se o pais quebrar e TODO o seu dinheiro estiver aqui, você corre o risco de não ter o que fazer a não ser ficar aqui e ver seu patrimônio definhar (isso está acontecendo na Argentina e Venezuela, acredite).

      Pode não ser mais vantajoso investir no exterior, mas possivelmente a diluição do risco compense

      Excluir
    4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    5. Este é um espaço democrático, mas este comentário foi excluído porque o anonimo estava trolando

      Excluir
    6. Sou totalmente contra mandar dinheiro para o exterior, é jogar contra.

      Excluir
    7. a ideia é esta, jogar contra

      Além disso, se algum dia houver uma intervenção aqui (tipo bloqueio de poupança, como aconteceu com Collor ou na Argentina, aca "Corralito"), você tem parte do seu dinheiro guardado com segurança.

      Já tomei providências com meu plano.

      1) comprei um cofre

      2) vou viajar para os EUA à trabalho nos próximos dias e já vi como faz para abrir uma conta, basta levar o passaporte e um endereço lá de correspondência

      Depois é só wire-transfer

      Quando der tudo certo vou relatar aqui. Tudo legal, sem maracutaia

      Excluir
    8. Tive uma ideia brilhante. kkkk

      Como comentei acima eu vou viajar a trabalho para os EUA. Toda vez que viajo, um monte de gente me pede umas encomendas. Desta vez vou selecionar e só vou trazer para quem votou no Aécio.

      Quando eu souber que a pessoa votou na Dilma, já vou logo dizer: "ué, você votou na Dilma então tem que contribuir para a farra do PT e a melhor maneira é pagando impostos comprando produtos aqui, sinto muito, não acho justo você fazer isso com seu partido"

      Excluir
  6. EI,

    Concordo com todas as dicas. Como falei em meu blog, estarei boicotando tudo o que vier do Nordeste. E não adianta, o PT JAMAIS vai acabar com a pobreza e melhorar a educação, afinal, caso faça isso, será o fim da máfia.

    E é isso que me deixa mais triste. Eu pretendo poupar ainda mais e gastar apenas para a minha sobrevivência. Quem sabe com um colapso na Economia não aconteça o milagre em 2018...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Nunca mais vou comer consultora Avon, Natura ou Jequiti.
    Huahuahua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim, vc tem esta pratica? rs qual é a tática?

      Excluir
    2. Ele anda pegando a consultora Nro 1 da Natura. Iniciou suas atividades junto com a empresa. Está para completar 80 anos

      kkkkk

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Antes ela era aeromoça do 14 bis

      kkk

      Excluir
  8. Gostei do blog,facilitando pra ler as outras matérias depois.
    Casamento tbm contribui pra ajudar essa porcaria, li em algum lugar que divórcio aumenta o pib

    ResponderExcluir
  9. desde domingo a noite decidi fazer como voce, quero dar pro PT só o que for obrigado mesmo.
    não vou comprar mais nada NOVO para nao pagar imposto , de hoje em diante só coisas USADAS que ja foram pagos impostos por alguem não por mim.
    e quanto ao nordeste , não viajo pra lá de jeito nenhum se querem ganhar dinheiro que trabalhem ou que ganhem de estrangeiros.

    ResponderExcluir
  10. dica: circle.com

    dah pra comprar bitcoin por meio de cartao de credito

    daew todo mes compra um pouco e envia para sua carteira e vai guardando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pela dica, mas comprar bitcoin não me parece uma atitude para apostar na segurança.
      Valeu

      Excluir
  11. Amigos, dêem uma olhada neste post comparando estados pagadores e estados recebedores de impostos federais.

    Explica o que eu disse neste post e nos comentários

    http://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/11/30/impostos-estados-pagadores-x-estados-recebedores/

    Procure seu estado e comente.

    O meu é SP e não preciso nem comentar o que penso

    ResponderExcluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas