Fechamento - Outubro 2014

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Amigos, este mês a postagem de fechamento vai ser mais curta. Como comentei em comentários do post anterior estou em viagem no exterior.

O Mês foi muito nervoso e com alta volatilidade no mercado de ações, chegando a amargar perdas de até 10% durante o mês e subia e descia conforme os resultados das pesquisas eleitorais. Finalmente a última semana do mês foi recuperação, contrariando todas as expectativas que o mercado iria desabar em caso de reeleição da atual presidente (sic).

Vamos aos números gerais da carteira.

Alocação: 100% em ações* 
Rentabilidade Outubro/14: -0,48% (Ibovespa +0,95%)
Acumulado Jan-Out/2014: -0,06% (Ibovespa +6,06%)
Acumulado Histórico Jan/12 - Out/14: +0,90% (Ibovespa -4,26%)

*Tenho alocação em RF, mas a carteira gerenciada em termos de rentabilidade e compartilhada aqui no blog é apenas a carteira de ações, pois o propósito principal do blog é o mercado de ações.

Compras do mês, seguindo a metodologia de alocação de ativos: PSSA3, VALE5, GGBR4 e UGPA3

Veja como ficou a composição da carteira:





Veja abaixo como está o gráfico com a rentabilidade mensal e acumulada no ano, comparada com Ibovespa.






Conclusão

O mês foi fraco. Perdi novamente para o Ibovespa e a diferença no acumulado 2014 é de exatos 6 p.p. Não acho que esta perda seja um grande erro estratégico, portanto sigo muito confiante nas empresas que sou sócio e na estratégia.

Este mês pode servir de aprendizado para mim, pois se eu não tivesse olhado nenhuma cotação durante o mês eu acho que teria poupado um bocado de "stress". Eu tentei me abster do que vinha acontecendo no mercado, mas com toda a agitação da eleição, ficou difícil. Paciência, vivendo e aprendendo.

Abraços!

Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

23 comentários

  1. Está em qual país E.I.?
    GGBR4 de novo? Ah não...

    ResponderExcluir
  2. Opa, e aí Uó, tudo bem?
    Estou nos EUA.

    Pois é, GGBR4 de novo. Foi o que a planilha mandou comprar, então comprei, rs

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal E.I.
      Agora não entendo porque uma pessoa inteligente e bem sucedida profissionalmente como vc fica acatando ordens do Excel pra comrpar Gerdau, vai gostar de jogar dinheiro fora, você e o Troll estão entrando numa esparrela sem igual, nem vou comentar mais. Dá só uma espiada nos resultados divulgados ontem, é de chorar. Pegue este dinheiro e vai comrpar uma emrpesa da área de educação, quem avisa amigo é.

      Excluir
    2. Uó, das muitas lições que você já aprendeu com seus erros, ainda falta uma muito importante: fuja de investimentos que estão na moda!

      Excluir
    3. Uó, não é questão de acatar ordens do Excel. O ponto é que eu cheguei a uma conclusão que o melhor para mim é abstrair os fatores emocionais.

      Acredito que minha chance de errar ao tentar escolher qual a melhor ação para comprar num determinado momento é maior que se eu focar somente na analise das empresas e comprar seguindo a "planilha"

      Excluir
    4. Para ser bem sucedido é exigido que o individuo seja conhecedor de suas limitações.

      Se ele não se sente seguro em fazer stock picking ativo, o melhor que pode fazer é delegar a escolha para um método.

      EI, não há problema nenhum da sua forma de investir, assim como não há problema em alguém usar um método mais ativo de acordo com o momentum. Desde que cada um saiba o que está fazendo ...

      Excluir
    5. @Troll Lição válida, mas prefiro investir em CIEL que está na moda do que em siderurgia que está fora de moda, rs.

      @E.I. Seu método de alocação é válido, ma so método de escolha de ações precisa de ajustes, é saudável

      @Anom Sábias palavras

      Excluir
    6. Uó, permita-me levantar aqui um ponto incoerente no seu discurso. Você diz que prefere comprar CIEL que GGBR, até aí tudo bem, mas por que mantem 1,7% da sua carteira em GGBR e 2,5% em CIEL. Se GGBR não serve para nada então você deveria vender ao invés de ficar com seu dinheiro em um investimento que para você não tem valor.

      Eu uso da seguinte tática: todos os dias eu acordo e penso se deveria manter o dinheiro nas ações que tenho. Se tenho dúvidas, eu mantenho até tomar uma decisão. Se tenho certeza que é ruim, vendo. Ao não vender é como se você tivesse "comprando" todos os dias.

      Se quando você diz que meu método de escolha precisa de ajustes você está falando da metodologia de escolha de empresas em fundamentos, tudo bem, pois ainda estou aprendendo, mas se está falando do método de de escolha da hora de comprar, como preço alvo, olhando gráficos, etc. Aí eu discordo totalmente.

      Abraços

      Excluir
    7. E.I. meu método de escolha de ações está sofrendo ajustes, antes aportava na GGBR, mas agora aporto na CIEL3, faça esta mesma pergunta daqui alguns meses, te garanto que o percentual da CIEL em relação à GGBR estará bem maior, da mesma forma q se o mercado de siderurgia mostrar recuperação eu poderei votlar aa aportar na GGBR, simples assim.

      Excluir
  3. EI,

    Viajando a trabalho ou a turismo? A rentabilidade do mês foi ruim, contudo, você está vencendo no histórico e a tendência é que essa vantagem aumente.

    Esse mês também devo comprar UGPA3, de acordo com o TSDB. E a Gerdau, está confiante em uma retomada dela?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, estou viajando a trabalho. Neste ano estou perdendo e a diferença na rentabilidade histórica está caindo bastante, mas estou confiante que vou voltar a aumentar a diferença no longo prazo. Vamos ver.

      UGPA3 é uma baita empresa, não tem nem muito o que dizer. Com relação a Gerdau, não é questão de estar confiante na retomada, mas penso que é uma empresa muito bem administrada em um negócio cíclico, portanto está "ciclando". Em geral as empresas bem administradas conseguem sobreviver e saem fortalecidas ao longos dos ciclos (ou não).

      Abraços

      Excluir
    2. EI,

      Eu acho esse setor siderúrgico bem complicado. Mas, se você confia na Gerdau, vai em frente!

      Abraços.

      Excluir
    3. Eu presto serviço para o grupo Gerdau há 14 anos, e não coloco mais meu dinheiro lá, pelo menos não agora.

      Excluir
    4. Se você conhece a empresa por dentro, certamente tem mais propriedade para falar sobre GGBR que a maioria de nós. Mas se você diz que não coloca mais seu dinheiro lá, porque mantem 1,7% da carteira lá?

      Excluir
  4. Nobre EI, creio que o motivo de você estar descolado do IBOV é a forte concentração em setores ligados a consumo, o qual está sofrendo um pouco de retração no curto prazo. Ademais, o prazo de um ano também não é suficiente para tirar muitas conclusões.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Troll, boa observação. Também acredito que seja isso. De qualquer forma continuo confiante para o longo prazo, pois os fundamentos gerais das empresas não mudaram, apenas houve uma queda (ou baixo crescimento) nas vendas pela retração da economia e consequente diminuição dos lucros.

      Abraços

      Excluir
  5. Esse setor de siderurgia/mineração tá bem ruinzinho...mas se tivesse de entrar numa delas a Gerdau seria uma boa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IB, O setor está sofrendo mesmo, mas isso não significa que não devemos comprar no setor. Pelo que entendi você tb pensa assim.

      Senão complica né? vai comprar siderurgia quando? quando as empresas estiverem bombando?

      Abraços

      Excluir
  6. Mês difícil para a gente, mas não podemos deixar a peteca cair.

    Dá gosto de ver o PM da CIEL3! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DH,
      É o mercado financeiro batendo um bolão no governo do PT

      CIEL e ITUB são a demosntração disso

      Abraços

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas