Fechamento - Maio 2015

terça-feira, 2 de junho de 2015

Se depois da tempestade vem a bonança, é de se esperar que depois da bonança venha a tempestade, e foi isso que aconteceu neste mês de maio. Vários colegas já citaram o famoso ditado "sell in May and go away" para justificar o que aconteceu neste mês. Eu mesmo já havia citado esta possibilidade no post de abril, mas como não acredito muito nestas "sazonalidades", prefiro acreditar que tenha sido mais uma coincidência.

No ambiente profissional, a maioria das definições finalmente aconteceram. Algumas mudanças significativas já aconteceram e muitas outras anunciadas. Estamos naquele momento de transição em que cada pessoa está buscando seu espaço. É hora de ter paciência.

Vamos aos resultados dos investimentos:

Alocação: 100% em ações* 
Rentabilidade em Maio/15: -5,47% (Ibovespa -6,17%)
Acumulado Anual 2015: +4,67% (Ibovespa +5,51%)
Acumulado Histórico Jan/12 - Mai/15: -2,16% (Ibovespa -7,54%)

*Tenho também alocação em renda fixa, mas a carteira com a rentabilidade gerenciada e compartilhada aqui no blog é apenas a carteira de ações, uma vez que o propósito principal do blog é o estudo de investimento no mercado de ações.

Mês de poucas movimentações na carteira, principalmente pelas demandas profissionais pois tive pouco tempo para acompanhar o mercado. O aporte na RV foi bem pequeno, de cerca de 0,4% da carteira, o restante foi para RF, visando recuperar o acúmulo nesta categoria e também para manter a liquidez, prevendo alguns investimentos fora do mercado financeiro no segundo semestre.

Os aportes foram para CCRO3 e GETI3, seguindo a metodologia de alocação de ativos. Sobre os balanços, podemos destacar positivamente o surpreendente balanço da UGPA3. Já no lado negativo, a HGTX3 que vem sofrendo bastante com a retração da economia e consequentemente do consumo. Isso gerou impacto direto nas ações que caíram mais de 20% apenas no dia seguinte à divulgação do balanço.

Os demais balanços das empresas na carteira vieram em linha com as expectativas baseadas na situação econômica e nos trimestres anteriores.


Veja como ficou a composição da carteira:



Sob o aspecto da rentabilidade, a maioria dos papéis tiveram resultados negativos. O destaque positivo do mês vai para WEGE3 (+7,23%). Já na ponta negativa foram muitas, com destaque para HGTX3 (-26,33%). GGBR4 (-13,73%), ETER3 (-10,97%) e ITUB4 (-10,87%).

Abaixo a performance da carteira no ano, comparado com o Ibovespa.





Conclusão

Mês de baixa e a carteira voltou ao campo negativo na rentabilidade histórica. Além disso, no mês a carteira teve rentabilidade levemente acima do Ibovespa (0,7 p.p.), o que contribuiu para que a diferença entre ambos, no anual, seja de menos de 1 p.p. em favor do índice.

Sobre o mercado, a situação de instabilidade permanece a mesma e devemos esperar alta volatilidade nos próximos meses ou até o segundo semestre de 2016, quando a situação (se tudo ajudar) começará a se estabilizar.

Com relação a estratégia, tudo na mesma. Permanecem as mesmas empresas na carteira, com os mesmos percentuais. A minha maior preocupação neste momento é a Hering que vem apresentando resultados fracos ao longo dos trimestres, mas ainda acredito muito na administração da empresa e meu entendimento é que a causa desta situação está na situação macro-econômica e não em aspectos internos a empresa e sua estratégia. De qualquer forma é importante ficar de olho!

Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

16 comentários

  1. Grande EI,

    Essa "correção" do Ibovespa já era esperada... Em todo o caso, a minha estratégia não muda e não vai mudar! Aportes mensais em empresas boas e o reinvestimento de 100% dos proventos recebidos.

    É muito bom saber que a cada dia nós estamos mais próximos da independência financeira, não acha? E a sua HGTX3 em? A empresa continua boa, apesar da queda dos lucros em UM trimestre, contudo, o mercado não perdoa...

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL,
      Isso mesmo, a estratégia segue a mesma. Sobre a Independência Financeira, eu ainda vejo ela bem longe, mas sei que estou no caminho.

      A Hering é o que eu disse, a hora é de ter paciência. A empresa segue com lucros fortes, mas parou de crescer. O último trimestre foi o pior mas os últimos 2 anos também haviam sido fracos. A empresa ja informou que 2015 vai ser ruim tb. Nao tem muito o que fazer agora, a não ser seguir aportando, no meu caso, que confio na empresa.

      Abraços

      Excluir
  2. Essa história de "sell in May" possui outro contexto. As pessoas só costumam se lembrar disso quando as ações caem! rsrsrsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DH, eu tb acho que é lenda. Eu só falei dessa história pq eu havia comentado no post do final de abril.
      Abraços

      Excluir
  3. Impressionado com sua valorização em Cielo, mais de 80% putz...parabéns pelas compras ...GETI3 nesse preço atual está bem em conta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beto,
      A Cielo realmente é a estrela da carteira, e olha que esta rentabilidade é a média entre todos os aportes, se pegar apenas meus primeiros aportes, já passou de 100% faz tempo.

      Sobre a GETI3 eu não consigo afirmar se o preço está bom, mas a empresa me parece ser bem administrada e deve ser um bom investimento (ou não, rs).
      Abraços

      Excluir
  4. Ei

    Mês ruim que não abala a qualidade do portfolio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TL,
      É claro que eu prefiro quando o resultado é positivo, mas esse negativo realmente não me abala em nada.
      Seguimos em frente.
      Abraços

      Excluir
  5. Alguem vendeu muita Eter3 no leilão do ultimo pregão de maio, derrubando a cotação e ajudando a piorar sua rentabilidade; mas foi acidente de percurso, já melhora...
    sem falar nessas noticias que derrubaram bancos e seguradoras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IB, nem sei exatamente o que aconteceu mas realmente o que movimenta o mercado no curto prazo são a notícias e boatos.
      Temos que tentar abstrair estes movimentos de curto prazo senão ficamos loucos.
      Abraços

      Excluir
  6. Amigo, muito obrigado por disponibilizar essas informações todas de seu blog, recentemente vi sua planilha de cotacao online e carteira teste, e achei extremamente útil.

    Eu sou iniciante em ações, comecei a operar em abril com ativos como BBSE3, RADL3, WEGE3, ETER3, HGTX3 e ABEV3. Infelizmente não tive alegrias ainda na bolsa, justamente quando mais investi capital, a bolsa desandou (mês de maio). Parece praga, o ano inteiro positivo, é comprar pra cair. Primeiro foi com a queda de mais de 20% da hering, depois a queda de mais de 10% da eternit. Mas não realizei o prejuizo, continuo comprado.

    Meu objetivo é o buy and hold, você teria alguma dica para mim que sou iniciante, e algo que com toda sua experiência, poderia recomendar para uma pessoa sem experiência na bolsa? Muito agradecido pelo seu trabalho e material postado.

    Grande abraço.

    Roberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Roberto,

      Obrigado pela visita e comentários. Seja bem-vindo a este humilde espaço de debates.

      Fico feliz que a planilha tenha sido útil de alguma maneira. Eu queria ter tempo para disponibilizar uma planilha mais completa de acompanhamento (da forma como uso) mas ainda não consegui formatar de forma intuitiva. Acredito que as cotações automáticas já sejam bem úteis e podem ser adaptadas em qualquer modelo de planilha. O blog "alem da poupança" disponibilizar uma planilha de acompanhamento muito útil.

      Sobre a carteira, na minha opinião você escolheu boas empresas e está no caminho certo. Lembre-se que este é uma caminho de longuíssimo prazo e você tem que ter paciência. O fato de HGTX3 ou ETER3 terem despencado não significa muita coisa. Imaginar o que você esta sentindo, mas não se desespere, isso é a coisa mais normal do mundo. Continue seu caminho sem se abalar.

      Acredito inclusive que está queda seja a primeira das suas lições na bolsa, a de que a qualquer momento tudo pode acontecer. Nunca se esqueça disso, pois são estes "tombos" que vão te levar pra cima. É muito melhor aprender assim, fazendo uma coisa "certa" que deu "errado", do que se fosse o contrário, ou fazendo uma coisa "errada" que deu "certo". Imagina se você tivesse feito all-in na Petrobras no início do ano em $9 e vendesse aos $13. Acharia que isso é a coisa mais fácil do mundo e estaria atrás de novas "oportunidades" como essa.

      Minha experiência ainda é pequena na bolsa, mas o melhor conselho que posso te dar é para que tenha paciência. Renda variável tem este nome porque varia, para cima e para baixo, portanto não tente entender cada movimento de curto prazo.

      Aconselho que acompanhe os principais blogs de finanças (alguns listados na lateral direita ----->) para observar as experiências de outros blogueiros. Estude e leia livros de finanças e economia, mas com moderação para não ficar bitolado.

      Algo que me ajudou muito no inicio foi ver os videos do Bastter (bastter.com) no You Tube. Procure por "A filosofia bastter de acumular patrimônio" e comece por este vídeo. Você não precisa seguir tudo que ele diz a ferro e fogo. Além disso muitas coisas você não conseguirá entender no inicio, mas pelo menos eu acredito que te ajudará a se comportar com maior moderação na bolsa. Muitas pessoas criticam a forma rude como ele fala, mas abstraia isso e foque no conteúdo. O jeito dele é apenas a forma de comunicação que ele adotou para sensibilizar as pessoas. Me ajudou muito no início, pois eu achava que era só compra o que estava caindo e esperar subir, mas na verdade não é bem assim.

      Espero que volte mais vezes.

      Abraços

      Excluir
    2. Expresso minha gratidão pela resposta tão clara e explicativa acima, foi de muito valor!

      Quando surgiu meu interesse na bolsa, eu assisti alguns vídeos de pessoas realizando daytrades com lucros de 2 a 4% em um único dia. Com isso eu criei uma fantasia de que poderia garantir um salário maior do que o meu próprio, e bastaria ter um capital considerável para começar a operar e a ficar rico. Que pensamento terrível! Quantas pessoas são frustradas na expectativa de começar na bolsa fazendo fortunas no daytrade. Só aprendi isso quando percebi que o número de entradas falsas e a taxa de acerto praticamente te deixa no zero a zero, ou num prejuízo. E por mais dedicação que se tenha, eu não tenho tempo de ficar na frente do homebroker o dia inteiro acompanhando, sem comprometer outras tarefas, e até mesmo a qualidade de vida minha e da minha família.

      Só então percebi que deve-se ter paciência, e que todo dinheiro que vem fácil, também vai fácil. Foi aí que decidi estudar o buy and holding, esperar o tempo de cada ativo, e o mais importante, fazer um gerenciamento de risco adequado. Então achei seu blog, e me identifiquei com a sua filosofia.

      Por um tempo fiquei viciado em bolsa, passava dias e dias estudando gráficos, tentando buscar uma uniformidade, um padrão para então comprar. Mas como você falou, após as quedas da ETER3 e HGTX3, é uma fantasia querer prever o futuro. Movimentos passados, não obrigatoriamente se repetirão no futuro.

      Hoje tento vencer o desafio de ficar longe das cotações. Sempre que estou livre, me pego abrindo o site da corretora, acompanhando o homebroker. Além disso mexer com o emocional, me faz querer buscar respostas de quedas, subidas e o tempo que poderia estar com a família vai sendo utilizado para algo que não tem resposta.

      Li um post seu sobre a carteira de seu pai, e é de fato um grande aprendizado. É necessário muita doutrina para largar as cotações de lado, e sabedoria para acompanhá-las sem deixar que se torne um vício.

      Fica aqui minha gratidão pelo seu blog, seus materiais, e sua bela iniciativa em ajudar os que estão iniciando, e os que se mantém firmes para troca de experiências.

      Certamente vou estudar o seu material indicado.

      Grande abraço.

      Excluir
    3. Roberto,

      No inicio eu também tinha essa ilusão com os trades. Nunca fiz Day Trade para não ter que ficar pagando DARF de IR, mas fiz uns trades de valor/position e em geral me dei super mal.

      Eu também me identifiquei com o B&H assim que comecei a entender melhor e parece que tem dado certo, apesar dos resultados ainda estarem fracos nestes últimos 3 anos.

      Este vício eu também já tive, ficava vendo gráficos e parecia um video-game onde eu tinha acertar o próximo movimento, mas felizmente me livre disso. Eu ainda tenho um "vício" de acompanhar o mercado quase que diariamente, mas isso serve mais de aprendizado do que influencia nas decisões. Ainda vou me livrar deste vício, mas está sob controle.

      Sobre a carteira do meu pai é o maior exemplo que não precisamos ficar acompanhando diariamente para ter bons resultados.

      Mais uma vez obrigado pelas palavras. Eu gostaria muito de dedicar mais tempo ao blog, com publicações sobre meus conceitos e estudos, mas infelizmente não tenho conseguido este tempo.

      Abraços

      Excluir
  7. Olá, observei que vc compara o rendimento da sua carteira com o ibovespa, ñ seria mais lógico comparar com o CDI? porque se vc ñ bateu o CDI nesses três anos, tu só perdeu dinheiro... e três anos perdendo dinheiro e p/ o CDI vai teoricamente demorar bastante p/ vc recuperar esses tempo e dinheiro perdido depois. No mais vejo sua carteira boa, só deu "azar" de alguns papeis caírem quase 50%, aí abala muito o portfólio. Parabéns pelo blog e ao tempo dedicado a disseminar aprendizados. Att Uzbek

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uzbek,

      Eu entendo o que você diz, mas na minha opinião não dá pra "comparar" com o CDI, pois ganhar ou perder do CDI, principalmente no curto e médio prazo (menos de 5 ou 10 anos), pode não ser resultado da minha "competência" mas consequência do comportamento do mercado como um todo. Ganhar do CDI e perder pro Ibovespa é bom, mas mostra que adotei a estratégia errada, pois se tivesse apostado direto no índice teria sido melhor.

      Por essas e outras eu prefiro comparar com o mercado como forma de avaliar a estratégia. Ganhar do CDI é um objetivo no longo prazo. Se em 10 anos eu não ganhar do CDI aí terá sido sim um prejuízo. Neste momento tudo dentro do plano.

      Realmente tenho confiança na composição da carteira. Dá pra ver claramente que as empresas que estão sofrendo são justamente as cíclicas, ou seja, as que são impactadas pelos ciclos econômicos e vem apanhando com a atual crise. Tenho confiança que continuam boas e bem administradas, portanto pelo meu método de alocação de ativos elas darão resultado quando houver reversão do ciclo econômico. O difícil é aguentar firme acreditando que isso vá acontecer.

      Um abraço e volte sempre. Este espaço é justamente para aprendizado e estamos todos aprendendo.

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas