Compras de agosto

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Fiz algumas compras ontem, seguindo a alocação de ativos.

NATU3: R$ 22,36
ETER3: R$ 2,27

Ambas estão passando, a meu ver, por um mal momento, principalmente devido à crise econômica, mas entendo que os resultados, apesar de fracos, estão dentro do possível neste cenário.

Pode ser que até o final do mês eu aporte mais um pouco em outros papéis, mas por enquanto é isso.

O mercado segue sangrando, mas eu não vou desistir da minha estratégia, apesar dele (mercado) tentar de convencer do contrário durante quase todo o tempo.

*** ATUALIZAÇÃO 21/08/2015 ***

Novas compras seguindo a planilha hoje:

VALE5: R$ 13,62
ITUB4: R$ 26,37


Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

37 comentários

  1. EI,

    Belas compras, principalmente da corujinha... Parabéns! Você faz compras no começo e no meio do mês?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vi nada de belo, E.I. tá comprando risco. Mas quem nunca?!

      Excluir
    2. IL,
      Na verdade a corujinha me preocupa mais que a Natura, pois a Natura tem uma governança e um modelo de gestão infinitamente melhor. De qualquer maneira, entendo que as duas, apesar de passar por um momento difícil, permanecem na lista de compras.

      Uó, qualquer compra envolve risco. Diversificação e compras periódicas me ajudam a mitigar este risco.

      Abraços

      Excluir
    3. EI,

      Vou ter que discordar de você... Eu considero a governança da ETER3 infinitamente superior a da NATU3. A primeira é uma das poucas empresas da Bolsa que eu confio de olhos fechados!

      Abraços.

      Excluir
    4. IL, o que te leva a considerar a ETER3 infinitamente melhor que a Natura em termos de governança?

      Excluir
    5. As empresas têm boa governança, mas o momento de mercado não vai ajudar nem um pouquinho.

      Excluir
    6. EI,

      Os fatos. A NATU3 tem uma governança boa, porém, a da ETER3 é a melhor dentre TODAS as empresas da Bolsa.

      Qual outra empresa além dela, por exemplo, envia informativos impressos para você?

      Abraços!

      Excluir
    7. IL,
      Respeito sua visão, mas discordo.

      O fato de mandar o doc. impresso, para mim, representa mais um conservadorismo que governança.

      Governança é muito mais do que isso. Trata da perenidade da empresa, desde a estratégia até a formação de líderes e estabelecimento de uma cultura empresarial consistente. Comunicação com os acionistas é um critério, mas uma pequena parte do todo.
      Abraços

      Excluir
    8. Estes envios de "informativos" ... dinheiro jogado fora.

      Excluir
    9. EI,

      Discorda por que? Não existe empresa mais transparente que a ETER3 na Bolsa. Toda hora ela ganha diversos prêmios de governança corporativa...

      Abraços!

      Excluir
    10. IL, veja, não estou dizendo que seja ruim, mas não acho que seja nem a melhor da bolsa e nem mesmo melhor que a Natura, mas na prática isso é irrelevante, pois ambas tem excelente governança.
      Abraços

      Excluir
    11. EI,

      Nisso nós concordamos!

      Abraços.

      Excluir
  2. Oi EI,

    A divida da Natura não se encaixa nos meus critérios. Tá muito alta para mim. Essa dívida de mais de 5 vezes o patrimônio líquido não lhe incomoda?

    Quanto à Eternit, vejo o lucro (que é baixo) caindo, a dívida subindo, margem caindo, caixa líquido cada vez mais negativo. Fiquei curioso para saber o motivo que o levou a comprá-la. Poderia dividir isto com a gente, por favor?

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo mulheres aumentando consumo de produtos da Natura nestes próximos 4 anos. Também não vejo pessoas reformando casas para comprar pias e privadas nos proximos 4 anos. Realmente me apetece empresas cujos lucros estão aumentando ou pelo menos estão estáveis. Que não é o caso destas duas empresas. Mas o investimento do E.I., até onde sei, é de longo prazo (acima de 20 anos) então pode ser uma aposta válida, mas não passa de aposta, fundamento neste momento realmente não vejo.

      Excluir
    2. ID, realmente a dívida subiu bem. A empresa se endividou para aquisição no exterior e além disso, a divida tem subido por um efeito da variação cambial, porém a empresa possui proteção (hedge), o que torna a situação menos comprometedora. A Natura tem uma política de usar recursos de terceiros para investimentos. Em tempos de juros altos isso é mais complicado, mas a empresa reduziu o Capex para aumentar a geração de caixa e isso deve minimizar a situação e ajudar a empresa a diminuir a divida. Em paralelo, a receita (e lucros), provenientes do exterior está aumentando, o que ajuda a empresa neste momento de crise local. Veja, não estou querendo me enganar e achar que está tudo bem, mas o momento econômico é o maior responsável pela situação da empresa, que tem excelentes atributos para sair da situação.

      A Eternit passa pelo mesmo problema, mas a empresa é mais conservadora e a dívida praticamente inexiste. Acredito que, assim como a Natura, os problemas estão relacionados à crise econômica, e a empresa tem os atributos para sair. Para mim a Eternit é um investimento de maior risco, por isso mantenho um percentual menor da carteira.

      Abraços

      Excluir
    3. Uó, entendo o que você diz, e entendo esta estratégia como "position trade", ou seja, você mantém sua carteira posicionada de acordo com o momento do ciclo econômico. É como se você tivesse um ranking das empresas para o momento e se posicionasse sempre nas top 5 ou top 10 do ranking. Não é muito diferente do que fazem as corretoras na hora de montar as carteiras "top picks".

      Pode ser uma boa estratégia, mas para mim coloca o investidor numa posição muito vulnerável pelo aspecto psicológico, aumentando as chances de erro, principalmente aos amadores. Esta carteira precisa ter um balanceamento adequado também para minimizar os riscos, pois imagine que você está apostando todas as suas fichas num momento do ciclo e ocorre o contrário. É válida a estratégia mas tem seus problemas tb.

      A minha estratégia é diferente, pois eu escolhi as empresas de acordo com as características, sendo empresas boas, bem administradas, e com potencial de longo prazo. Muito importante balancear pelo setor, tipo de empresa (crescimento, dividendos), mais ou menos agressiva, etc. Me mantenho posicionado nelas enquanto mantiverem estas características, independentemente do momento no ciclo econômico. Esta estratégia tem seus riscos, que procuram ser minimizados com diversificação e aportes periódicos. Desta forma eu preciso ficar atento aos sinais da empresa quanto a estratégia, governança e gestão, mas o momento do ciclo econômico é menos importante. Pode acontecer de uma empresa ou outra não conseguir sair do "buraco" que a crise a está colocando, isso pode, por isso temos que ficar atentos aos sinais que vem dos balanços para tomar uma ação no momento adequado. A maturidade e experiência tendem a contribuir para a melhora nas tomadas de decisões no longo prazo, minimizando fatores psicológicos que já são menores dada a estratégia.

      É tudo uma questão de estratégia e o importante é manter a coerência.

      Abraços

      Excluir
    4. Uó,

      Pense no longo prazo. Tanto a ETER3 como a NATU3 são excelentes opções para o B&H.

      Abraços.

      Excluir
    5. Kkkk, é isso aí, as dezenas de linhas que escrevi se resumem em Position Trade X Buy and Hold

      Abraços

      Excluir
    6. Pois é, agora trabalho como factível, não vejo Natura, Eternit, Gerdau, Hering e outras aumentando lucro nos próximos anos. Eu agora spu seguidor do Bastter, só compro lucros, nada mais, rs.

      Excluir
    7. Uó, esta é uma das interpretações da filosofia do Bastter (comprar lucros), mas entendo que numa visão mais abrangente, esta filosofia não se trata só disso, mas de escolher boas empresas e se manter fiel enquanto elas permanecerem boas, independentemente do lucro em um ano ou outro. Cada um estabelece seus critérios, mas comprar "lucros" é um pouco simplista demais pra mim.
      Abraços

      Excluir
    8. Uó, complementando, nao estou dizendo que está errado, mas que com esta estratégia de comprar lucros, você acaba sendo um pouco mais conservador, e não se expõe aos riscos (positivos e negativos) que são proporcionados pela volatilidade do mercado.
      Repito, é valido, mas é importante entender as diferenças de uma ou outra estratégia.
      Abraços

      Excluir
    9. EI,

      ETER3 e NATU3 estão passando por um momento turbulento, porém, elas continuam sendo empresas boas. Como bem diz o mestre Bastter, piorar é TOTALMENTE diferente de ficar ruim.

      Elas pioraram, sim, mas continuam sendo empresas boas. Em virtude disso, não vejo nenhum problema em manter elas na carteira e até mesmo aumentar posição quando o TSDB indicar.

      Enfim, tudo isso depende dos CRITÉRIOS de cada investidor.

      Abraços!

      Excluir
    10. Isso mesmo, depende dos critérios de cada um. Muito importante tentar entender porque piorou e se realmente piorou como dizem.
      Abraços

      Excluir
    11. Concordo com vcs que se a empresa continua "boa" então é passível de aportes, mas pra que comprar uma HGTX se uma Renner é bem mais rentável por exemplo? Por que comprar uma Eternit se uma CTIP está bem melhor? Bom, temos muitas opções a escolher, mas acho melhor escolher as top-10. Mas vai de cada um mesmo...

      Excluir
    12. Uó,

      Porque se a empresa faz parte da minha carteira significa que eu confio nela. Logo, não vou deixar de aportar na mesma por causa de um momento ruim.

      É B&H ou é gira-gira de balanço trimestral?

      Abraços.

      Excluir
    13. Uó, ao escolher a Top 10, você também está se arriscando, afinal quem garante que as top 10 de hoje vão dar os melhores retornos no médio prazo?
      O ponto é justamente o que o IL colocou, se confia na empresa, segue aportando enquanto ela for boa. Aportar na empresa da moda tb tem seus riscos.

      Quem garante que Renner é uma compra melhor hoje que Hering, pensando no retorno em 10 anos?

      Essa é diferença de B&H e position trade.

      Abraços

      Excluir
    14. EI,

      Falando em empresa da moda, lembro-me do boom das educacionais. A KROT3, por exemplo, subiu uma barbaridade até o ano passado e em 2015 está em queda livre...

      Fora outras como BRIN3, que o Uó conhece bem, e a KEPL3. Às vezes, é melhor ser conservador e ficar com aquilo que já conhecemos e tem qualidade comprovada.

      Abraços!

      Excluir
    15. BRIN3 tá quase sendo expulsa da bolsa, comprava enquanto fava lucro, depois parei. KEPL3 começou dar prejuizo, parei os aportes. Antigamente eu aportava apenas considerando a empresa, hj faço uma análise mais ampla, considerando a conjuntura e o setor de atuação.

      Mas cada um com seus aportes e convicções, é aquele negócio, passarinho que come pedra sabe o c* que tem.

      Abraço!

      Excluir
  3. Não sei se entendi errado, mas a ETER usou boa parte dos lucros para pagamento das dividas, que 80% são em doletas, afinal, o problema não é aumentar a divida, sim o dólar...e por outro lado, continua recebendo dolar das Crisotila exportadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,
      É isso mesmo, a empresa diminuiu os dividendos em parte para aliviar o endividamento.
      O fato de ser em dólar não me parece ser um problema pois a empresa tem proteção e receitas em dólares.
      Apesar de diminuir a remuneração dos acionistas, me pareceu adequado.
      Abraços

      Excluir
  4. Amigos, só pra avisar, comprei VALE5 e ITUB4 hoje, seguindo a planilha.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EI,

      Sócio é ONNNN, rs. Sobre a Vale, dispenso B&H em estatais.

      Abraços!

      Excluir
    2. IL,

      Mas vc montou um possível B&H no BB?

      A Vale é um caso específico, pois a influência e controle estatal impacta a estratégia, mas do ponto de vista operacional ela não apresenta as mesmas ineficiência das estatais.

      ON e PN .... eu até me esqueço disso

      Abraços

      Excluir
    3. EI,

      É um "B&H" apenas enquanto o alvo de lucro não for atingido. Assim que isso acontecer, bye bye BBAS3 e até nunca mais.

      A Vale, operacionalmente, pode ter uma gestão privada, porém quem ainda manda nela é o governo. Isso não preocupa você?

      Abraços.

      Excluir
    4. IL, me desculpe a insistência, não existe B&H até alcançar o alvo de lucro. Mas paciência, deixa pra lá e não vamos ficar discutindo por causa disso.

      Sobre a Vale, eu acho que a influencia do governo é temerária, mas operacionalmente a empresa não tem nada de estatal e acredito muito na perenidade e diferenciais dela.

      Incomodar, incomoda, mas vamos tocando o barco.

      Abraços

      Excluir
    5. EI,

      Você tem razão. Tanto que eu mudei a minha postura. Obrigado pelo toque.

      Abraços!

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas