Mas o TAG ALONG é importante mesmo?

domingo, 6 de outubro de 2013

Eu sempre fico me questionando se o tal do Tag Along é importante mesmo, então resolvi pesquisar um pouco mais sobre o assunto.

O Tag Along é uma medida de governança imposta pela lei que garante aos acionistas minoritários, portadores de ações ordinárias, o direito de vender suas ações por pelo menos 80% do preço pago ao majoritário em caso de troca de controle acionário.
Bom, trata-se então de uma boa garantia ao minoritário, pois se um dia o controle da empresa mudar de mãos, os minoritários tem a opção de sair da sociedade. Optar ou não por sair já é outro assunto.

Por outro lado, a questão do valor de 80% do valor pago é relativa e depende do ágil que foi pago na negociação com os majoritários. No caso de uma ação valendo R$5,00 no mercado a vista e os majoritários aceitam vender sua parte por R$ 5,80 (16% de ágil), o Tag Along de 80% dá o direito do minoritário de vender por R$4,64. Porra, mas que vantagem Maria leva se no mercado está custando R$5,00? Por outro lado, se vale R$5,00 e o controle é vendido por R$7,00, então o minoritário tem a opção de vender por R$5,60 ... aí já começa a valer a pena ...

Bom, além de tudo isso, no meu entender o Tag Along tem um fator mais importante que é o fato de inibir a troca "fácil" de controle das empresas, pois alguém que queira comprar a parte de um majoritário, tem que contar com o "risco" de ter que bancar todo o restante, já que a opção de vender ou não é do minoritário. Isso com certeza inibe alguns negócios e para mim é, sem dúvida, o que torna o Tag Along mais relevante.

Além do Tag Along de 80% para ON, que é obrigatório por lei, existem outro níveis, como 100% para ON ou então empresas que estendem o Tag Along para ações preferenciais (PN).

A minha conclusão é que o Tag Along é sim importante para as empresas e para o mercado, mas por outro lado, tenho minhas dúvidas da real importância para o investidor em escolher ações pelo Tag Along, neste caso preferindo ações ON. Para o investidor de longo prazo (Buy & Hold), o risco associado à questão do Tag Along me parece menor que o risco do mercado de renda variável em si, portanto, uma vez que sou sócio de uma empresa boa, se ela vier a mudar de mãos, eu terei que avaliar se vale a pena permanecer ou não com minhas ações, tendo ou não direiro ao Tag Along. Se não tiver direito, posso até tomar um prejuízo, mas isso só se eu vender. Se não vender e a empresa continuar boa, não terei motivo pra vender no futuro. Já se a empresa ficar ruim, então terei que vender com preju, mas isso aconteceria se a empresa ficasse ruim mesmo se a mudança de controle.

Vi também em alguns artigos falando em outras implicações associadas ao Tag Along, como variações súbitas de cotação (para cima em ON e para baixo em PN) em situações de mudança de controle de empresas ou mesmo em especulações sobre aquisições, mas minha avaliação é que as mudanças são mais sentidas no curto prazo e no longo prazo isso se torna menos importante.

Bom, eu posso estar errado, mas sinceramente não deixo de investir em uma empresa porque as ON não tem liquidez e as PN não tem Tag Along. Se gosto da empresa, vou preferir comprar ON, mas se não tiver liquidez eu vou comprar PN mesmo pra não deixar de aproveitar.

Por favor, deixe seu comentário sobre o que pensa com respeito ao Tag Along.

Artigos correspondentes:
http://estrategista.net/o-polemico-direito-ao-tag-along/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tag_along

http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/infomoney/2011/05/24/o-que-e-tag-along-e-quais-os-beneficios-para-o-pequeno-investidor.jhtm

http://www.opequenoinvestidor.com.br/2011/03/direitos-do-acionista-o-tag-along/

Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

13 comentários

  1. Eu acho que o tag along eh indispensavel para alguem que vai segurar as acoes por muito tempo. Não é uma garantia perfeita de que voce vai receber o valor atual das suas acoes no caso da venda do controle, mas é um
    "seguro parcial". É como seguro de carro: ele nao vai te garantir dinheiro capaz de comprar um novo carro zero, mas ajuda bem... Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço das palavras do médico as minhas, só gostaria de acrescentar um ponto, quando as empresas são "grandes" e apresentam liquidez posso até analisar comprar PN como por exemplo em VALE.

      Excluir
    2. Amigos MI e aprendiz, obrigado pela visita. Infelizmente não consegui responder antes.
      Desde que publiquei sobre o assunto (Tag Along) tenho pesquisado sobre o assunto. Apesar de entender realmente que se trata de um "seguro", ainda não estou plenamente convencido que devemos perder oportunidades em empresas que só tenham liquidez em PN. Acho que tudo é uma questão de risco/benefício.
      Abraços

      Excluir
  2. Olá EI,

    Veja o meu caso: Comprei OIBR4 para trade. De quebra, receberei mais dividendos do que a ON. Agora com a fusão com a Portugal PT, ter PN não demonstra ser vantagem devido a diluição. Já ON será convertida de 1 para 1 no novo papel. Não estou preocupado com o que aconteceu, quis apenas ilustrar que para que queria se proteger da diluição, ter ON seria mais vantajoso.

    Aproveitando, fiz tempos atrás um artigo onde falava também sobre Tag Along:
    http://poneyinvestidor.blogspot.com.br/2013/08/tag-along.html

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poney, obrigado pela visita. Infelizmente não consegui responder antes.
      Este assunto do Tag Along é realmente complexo e pra dizer a verdade eu ainda não estou convencido plenamente sobre a real relevância. Acho importante mas não sei se chega a ser um graaaaande risco no longo prazo.
      Abraços

      Excluir
  3. Acho fundamental para o minoritário ser sócio de empresas com tag along. Em alguns setores, como o de telefonia, vejo isso como algo obrigatório. Meu post sobre o assunto:

    http://investidortroll.blogspot.com.br/2013/03/tag-along-por-que-e-importante-para-o.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Troll, obrigado pela visita. Infelizmente não consegui responder antes.
      Acho importante mesmo ter Tag Along, mas isso tudo é muito relativo. Penso que no longo prazo e com diversificação, não chega a ser o fim do mundo ter PN sem Tag Along. Alguns setores são realmente mais complicados (como você disse Telefonia) então vale a pensa ficar de olho.
      Abraços

      Excluir
    2. EI, não é o fim do mundo investir em empresa sem Tag Along. Porém, via de regra, quanto maior o risco, menor deve ser a posição assumida no ativo.

      Excluir
    3. É isso aí Troll, o ponto é exatamente este, quanto maior o risco, menor deve ser a posição no ativo, e isso vale quando levar em consideração se tem Tag Along ou não.
      Abraços

      Excluir
  4. Assunto bastante interessante.

    Eu não descarto um ativo só porque ele não tem tag along, mas é um fator que levo em consideração ao fazer minhas compras.

    Foi isso que me convenceu a comprar CMIG3 ao invés de CMIG4, por ex... a ação ON tinha o problema da liquidez, mas era mais barata e pagava a mesma quantidade de proventos que a PN, além de ter tag along de 80%.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LdL, obrigado pela visita. Infelizmente não pude responder antes.
      Meu pensamento é mais ou menos este mesmo, não dá pra descartar só por causa do Tag Along, mas se puder comprar a opção que tenha é melhor. O problema, na maioria das vezes é a liquidez.
      Abraços

      Excluir
  5. Acho o Tag Along muito importante, amigo.
    Pode ocorrer de uma empresa grandona comprar a sua, como aconteceu com a Arcellor Mittal Brasil, comprada pela AC mundial. Em 2007, se bem me lembro. Neste caso, quem não quis vender, fica numa situação ruim, pois quando a empresa fecha o capital em bolsa não é mais obrigada a distribuir 25% do LL. Além disso, pode haver alguma "criatividade contábil" por parte do controlador para transferir o lucro da controlada para o controlador. Por exemplo, a mineradora controlada vende o minério pra siderúrgica controladora a preço de custo. Aí o lucro fica todo no controlador, enqunto a controlada fica com preju. Esse negócio de controle é muito importante, e a opção de sair é imprescindível. Se optar por PN, ou ações sem tag along, tem que saber que corre o risco de ter que pular fora junto com todo mundo, o que não será bonito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Socio Yield,
      Desde que publiquei o post tenho amadurecido minha posição sobre tag along e também cheguei a conclusão que é muito importante. Nos últimos tempos tenho focado novas compras somente em ações com tag along. pretendo fazer um novo post e atualizar este a respeito desta minha mudança de ideia.
      Abraços

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas