Mudanças na Carteira e Aportes Out/13

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Pessoal, passei aqui para falar rapidinho sobre as movimentações do mês.

A mudança mais significativa foi que passei a Cia Hering (HGTX3) da carteira de curto prazo para a carteira de sócio. Esta troca foi feita no começo do mês e eu estava no momento praticamente no zero a zero com esta ação. O motivo da troca foi considerar a Hering uma empresa bastante interessante para manter no longo prazo (carteira de sócio) e portanto não pretendo mais de desfazer dela no curto/médio prazo.


Veja como ficou a composição geral da carteira:


Considerando esta alteração, os aportes efetivos de dinheiro no mês foram maiores na carteira de curto prazo, já que a HGTX3 representava quase 40% desta e portanto eu tive que repor o balanceamento. Minha idéia para a carteira de curto prazo é fazer uns ensaios com algumas ações para estudo e análise para saber se elas podem ser promovidas para a carteira de sócio. Já estou pensando em promover também a Cosan (CSAN3), Abril Educação (ABRE11) e Cemig (CMIG4).

Bom, os aportes foram:

Ação: Cotação (Data) - Motivo
HGTX3: R$ 32,14 (04/10) - aumento de posição / balanceamento carteira
CMIG4: R$19,84 (04/10) - aumento de posição / balanceamento carteira
ELPL4: R$ 8,82 (14/10) - trade
ETER3: R$9,36 (14/10) - abertura de posição para acompanhamento e posterior análise para promoção para carteira de sócio.

Assim ficou a composição das ações da carteira de sócio:


Abaixo a composição da carteira de curto prazo:


Este mês não pretendo mais fazer aportes.

Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.

6 comentários

  1. Qual seria o motivo da 'promoção' da ABRE11? Quais os múltiplos dela que acha interessante, e porque preferiu a ABRE11 em detrimento dos seus pares KROT3, ESTC3 e AEDU3. Na minha singela opinião é a piorzinha do setor.

    Qual é a sua estratégia no quesito 'promoção' de uma forma geral? Se o trade não andar o ativo passa a ser candidato ao prazo longo? Tomar cuidado com esta estratégia se for o caso.

    ResponderExcluir
  2. Olá Uó,

    Com respeito a ABRE11 ou qualquer outra ação da carteira de sócio, esqueça os múltiplos pois não olho muito isso, eu olho para o negócio, para o setor e a saúde da empresa. Isso vai fazer eu "promover" uma empresa para a carteira de sócio. Particularmente com respeito a ABRE11, eu acho ela mais interessante que as outras grandes do setor (KROT, ESTC e AEDU), não pelos múltiplos para pelo perfil do negócio. Eu acho que o setor de educação é realmente promissor, mas não gosto muitos destes grandes conglomerados universitários, tenho dúvidas sobre a governança, mas pode ser desconhecimento de causa. Já a ABRE11 eu considero uma empresa pequena, com planos de crescimento agressivos (veja as últimas aquisições Wise Up, Red Ballon, escolas nível médio) e com negócios relativamente "amarrados" e diversificados, como escolas de inglês, cursinho pré-vestibular, colégios médios, além de grande parte em material didático (editoras), que tendem a ser os fornecedores dos próprios negócios. Com isso tudo, tenho estudado bastante a empresa e me parece um negócio promissor.

    Com respeito as outras empresas a serem promovidas, não tem nada a ver como trade que não deu certo, mas com o amadurecimentos da minha visão sobre a empresa após ela passar um período de quarentena na carteira de curto prazo. Algumas das empresas que entram na carteira de curto prazo passam por lá somente para trade (tendo dado certo ou não) e em outros casos, caso eu veja que o negócio é bom, podem ser promovidas, tendo dado lucro ou não. Alguns exemplos de empresas que foram promovidas são: CIEL3, UGPA3 e HGTX3.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esquecer os múltiplos? eu hein! rs
      Cuidado com estas promoções aí, uma coisa é promover Cielo, outra coisa é promover Hering, rs.

      Excluir
    2. Cara, pra longo prazo não adianta muito olhar multiplos, mas sim lucro, dividas, governança e outros fatores relacionados ao setor e ao negócio propriamente dito. Multiplos servem principalmente para curto/médio prazo.
      Além disso, apesar de Hering e Cielo serem empresas completamente diferentes em negócio e tamanho, não vejo uma como muito melhor que a outra em termos de investimento.
      Abraços

      Excluir
  3. Impressão minha ou você retirou a Hering de uma carteira, mas não colocou ela na composição da outra (gráfico)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LdL, você tem razão, havia um erro na planilha e ela não entrou automaticamente no gráfico. Já corrigi e atualizei o post acima.
      Obrigado pelo aviso.
      Abraços

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas