Não se constrói um país desenvolvido sem elites

domingo, 9 de novembro de 2014

Amigos, hoje quero falar um pouco sobre o artigo "Estamos acabando com o país" que li na revista Veja. Neste artigo o autor Gustavo Ioschpe descreve brilhantemente como a elite brasileira está deixando o país "acabar" ao não reagir a um movimento de doutrinação política marxista vindo das escolas do país.


Para o autor, a péssima qualidade da educação (pública e privada), tem como causa, entre outros fatores, o foco indevido na formação de professores, uma vez que as universidades dão mais importância à formação de cidadãos críticos com uma missão revolucionária do que em transmitir o domínio da didática e da matéria a ser ensinada.

Gustavo ainda provoca o leitor de Veja com uma acusação cabível de que este leitor, provavelmente parte da elite, é culpado desta situação ao não dispensar a mesma atenção na verificação de como seus filhos estão sendo educados (ou doutrinados) como em outros fatores como saúde e nutrição, por exemplo.

A parte que mais mexeu comigo foi:
O resultado das últimas eleições mostra que não é possível construir um país nos três meses que antecedem a votação. Mostra que, sim, é ótimo que a nossa elite ganhe muito dinheiro, progrida e tenha condições de passar um tempo em Miami, Paris ou onde bem lhe aprouver, mas que só isso não basta: precisamos de uma elite empenhada em alterar a realidade do país, não em fugir dela. O Brasil está criando pessoas que desconfiam da democracia, dos valores republicanos, de sua própria capacidade empreendedora. Se as lideranças do país continuarem se abstendo da discussão que mais importa — a de valores, de identidade, de aspirações nacionais —, continuaremos colhendo atraso e frustração. Não se constrói um país desenvolvido sem elites. Esse debate é indelegável.

É muito triste ver tudo o que está acontecendo com nosso país e o resultado das últimas eleições mostra que ainda estamos condenados a mais 4 anos de retrocesso. Ao mesmo tempo, da forma como foi a eleição, dá a impressão que existe um movimento de reação que fatalmente irá culminar em um período de muita cobrança, tanto da oposição como da sociedade sobre as políticas governistas atuais.

Reforço que minha maior preocupação sobre este tema está na maneira como meus filhos estão sendo educados, tanto na parte didática como na formação humana, o que além de ser prejudicial a eles, condena-os a um futuro ainda mais sombrio na nossa sociedade.

Para acessar o artigo completo clique aqui.

Convido a todos a lerem o artigo completo e se quiserem, comentem aqui para tentarmos engrandecer o debate.

Abraços

6 comentários

  1. E.I.
    existe um lado positivo desta ultima eleição.
    Nunca a oposição esteve tão forte. Agora o próprio PT vai colher os frutos de sua má gestão. Acredito que se eles não mudarem, eles vão cair. Infelizmente brasileiro é muito mal acomodado. Só reclama e pouco age. Temos que mudar essa "passividade".

    Vamos lutar para que as coisas melhorem!

    bom post para reflexão!
    abs
    MF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MF, me desculpe este comentário ter ficado tanto tempo sem resposta. Agora que notei que não respondi.

      Concordo que esse é um lado bom, mas infelizmente acho que as coisas vão acabar se acomodando.

      Temos que continuar lutando, sempre.
      Abraços

      Excluir
  2. EI,

    Os "professores" de humanas, principalmente das universidades federais, são um câncer. Essa é a definição perfeita deles! Preocupam-se mais em doutrinar os alunos a visão do mundo perfeito, igualitário e justo, ao invés de ensinar.

    O Socialismo é tão bom, mas tão bom, que todos os dias milhares e milhares de cubanos tentam fugir para os EUA. O Muro de Berlim caiu, a URSS implodiu, e ainda assim os lunáticos continuam "acreditando" no Socialismo.

    Enfim, essa é a famosa esquerda caviar. Adoram a Coréia do Norte e Cuba, mas moram em bairros luxuosos e passam férias em Paris. Eu faço a minha parte, mostrando as contradições desses infelizes, contudo, a influência dos "professores" é muito grande.

    Cabe aos estudantes terem senso crítico o suficiente para não caírem nessa conversa besta.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, me desculpe este comentário ter ficado tanto tempo sem resposta. Agora que notei que não respondi.

      Isso mesmo, e posso dizer que eu nunca tinha parado para pensar como são os professores de humanas neste país.

      O socialismo é bom apenas na teoria, mas é algo totalmente insustentável.

      Além dos estudantes, cabe aos pais educarem de maneira que eles superem estas "más influencias"

      Abraços

      Excluir
  3. Caro EI,

    Copiei seu texto com o link e tudo mais daqui, no meu Blog. Este tipo de post tem que rodar o Brasil!!! FOOOOOORRRAAAA PT!!!!!

    http://heavymetalinvestimentos.blogspot.com.br/2014/12/adote-seus-filhos-antes-que-o-pt-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HM,
      Que bom que gostou do texto e agradeço por ter copiado e publicado. Temos que disseminar esta mensagem antes que seja tarde.
      Abraços

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas