Fechamento - Janeiro 2016

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Mais um ano que se inicia e a bolsa de valores segue ladeira abaixo. Pelo que vi chegou por volta de -12% ou -13% nos primeiros 20 dias do mês e finalmente deu uma respirada na última semana. Esta montanha russa é um verdadeiro teste para cardíaco. Tenho tentado me manter calmo, mas considerando o porte dos meus investimentos na RV, equivalente a um imóvel, tenho que confessar que não é fácil.

Tenho mantido certa regularidade com as postagens no blog, pelo menos dos fechamentos mensais, assim mantenho o histórico disponível para os poucos leitores, mas tenho que confessar que está cada vez mais difícil para mim manter o blog, pois as postagens tomam tempo e eu tenho tentado me dedicar a outras atividades como estudo profissional e atividade física, além do tempo para a família. Por outro lado tenho dedicado algum tempo nos comentários de blogs alheios, pois é algo que dá para responder do celular nas horas vagas e não exige muito tempo, dedicação e planejamento como as postagens. Estas tem sido minhas contribuições para a blogosfera de finanças (viu dimarcinho, rs).

O clima ainda é aquele de "fuja da bolsa", ou seja, pessimismo, mas eu estou pagando para ver. Tenho percebido que alguns blogueiros estão entrando neste clima e se desfazendo de posições em ações, muitas vezes sem uma justificativa plausível, o que se torna um auto-engano, buscando justificativas para decisões que na maioria das vezes são causadas por medo e o que chamo de falsa realização de lucros. Não há problema nenhum nisso e este sentimento passa pela minha cabeça algumas vezes todos os meses com a bolsa em baixa, mas chamo a atenção, pois muitos investidores simplesmente não vêem isso e ainda ficam magoados com a suposta crítica.

Vamos aos resultados do mês.

Alocação: 100% em ações* 
Rentabilidade em Janeiro/16: -6,28% (Ibovespa -6,86%)
Acumulado Anual 2016: -6,28% (Ibovespa -6,86%)
Acumulado Histórico Jan/12 - Jan/16: -19,38% (Ibovespa -29,19%)


*Tenho também alocação em renda fixa, mas a carteira com a rentabilidade gerenciada e compartilhada aqui no blog é apenas a carteira de ações, uma vez que o propósito principal do blog é o estudo de investimento no mercado de ações.

O aporte na renda variável foi forte neste mês, equivalente ao triplo do que aporto normalmente, ou cerca de 4% do valor da carteira de ações, Apesar de ser um mês de gastos altos (IPVA de 2 carros), sobrou um pouco que foi para o Tesouro IPCA+ 35.

Os aportes em ações foram para PSSA3, ABEV3, ETER3, CCRO3 e ITUB4, seguindo a metodologia de alocação de ativos e a categorização descrita no post de Dezembro/2015.

Veja como ficou a composição da carteira:


Dentre os papéis da carteira, quase todos despencaram, como VALE5 (-29,5%), GGBR4 (-23,73%) e HGTX3 (-15,7%). dentre as que se salvaram, podemos destacar ABEV3 (+4,3%), WEGE3 (+2,79%) e CIEL3 (+1,04%). Mais uma clara demonstração que, como esperado, as empresas cíclicas estão sendo mais impactadas pela crise econômica (tudo normal!).
Conclusão

Apesar de ser um resultado bem ruim, a carteira segue acompanhando o Ibovespa, com performance ligeiramente melhor que o índice no mês (0,58 p.p.). Nunca fiz as contas, mas minha carteira aparenta ter um beta um pouco menor que 1, o que significa que tem tendência a cair menos que o índice quando este cai e sobe menos que o índice quando este sobe. Como nos últimos anos tem sido praticamente só de queda, isso deve justificar a minha performance comparada ao índice.

A estratégia em renda variável é de longo prazo, e por este motivo não deve sofrer alterações significativas durante o ano de 2016.

Abraços!
Importante:
Este material tem propósito meramente informativo. Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para saber mais sobre as opções de investimento e receber recomendações, procure uma instituição financeira com profissionais habilitados.





15 comentários

  1. Olá. Passei a seguir seu blog a uns dias.

    Com relação ao tempo dedicado ao blog, uma recomendação seria fazer posts mais resumidos. Ainda que fique menos tempo entre escritas, não deixe de escrever.

    Concordo, emoção de muita gente sendo influenciada por baixa de bolsa. Tem que usar a razão.

    Você só fala sobre alocações em ações, mas talvez pudesse colocar alocação global incluindo RF pra pelo menos ilustrar percentuais.
    Pode comentar objetivos que o faz alocar nisso ou naquilo, seria benéfico ao blog.

    Você comenta sobre sua carteira bs ibovespa, recomendo traçar gráfico, na verdade contra SELIC e IPCA, e tirando ibovespa (não vejo utilidade na ultima).

    Por que mantém vale? Uma coisa é ser cíclica e se manter bem (eu aceito), outra coisa é ser cíclica e ter grandes prejuízos (eu não aceito). 4 anos ladeira abaixo, já teria saído faz tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Icaro, obrigado pelo comentário.

      Tenho pensado em posts mais resumidos, talvez seja uma alternativa. O fato é que realmente não tenho muita vontade de escrever coisas muito elaboradas, fazer estudos, etc. Tenho muita coisa na cabeça mas é difícil colocar no papel (ou no computador ;), pois dá muito trabalho.

      Por mais que muitas pessoas neguem, tem sido influenciadas sim pela volatilidade nas cotações. Dificilmente alguém vê alguma coisa ruim em empresa que só sobe, e por outro lado começam a ver "muitas" coisas ruins quando empresas boas estão caindo.

      Realmente eu falo somente em ações. Já fui questionado algumas vezes, mas é que não faço muita questão de acompanhar rentabilidade de RF, pois aumentaria o trabalho para atualizar mensalmente. Para que saiba, atualmente, considerando somente meu capital investido (desconsiderar imóveis e negócios), tenho 35% em ações, 60% em RF/TD e 5% em dólar.

      Sobre o gráfico comparando com a SELIC e IPCA eu até tenho mas não atualizo todos os meses e por isso deixo de fora das postagens. A lógica de comparar com o Ibovespa é o seguinte. Meu objetivo com ações é ganhar do índice, caso contrário seria melhor investir em fundo de índice/ETF. Ganhar da SELIC ou do IPCA, depende mais do mercado do que da habilidade dos investidores, principalmente holders, portanto ficar feliz que está ganhando da SELIC em mercado de alta não faz lá muito sentido na minha cabeça, assim como não chega a ser uma preocupação no caso do contrário.

      Sobre a Vale, eu penso em investimento no longuíssimo prazo, mais de 20 anos, e assim considero que é uma empresa bem administrada e com boa governança. Os prejuízos atuais estão relacionados mais ao ciclo do mercado que necessariamente "incompetência" dos gestores (o mesmo se aplica a Gerdau. Por estes motivos, acredito que a Vale pode ser um bom investimento nos próximos 20 anos. Como pode ver na postagem de Dezembro, coloquei em alerta, o que fará quem com que demore mais para novas compras (6 meses), afinal, "quem tem ..., tem medo!".

      Abraços

      Excluir
  2. EI,

    Endossando o comentário do amigo acima, também acho que posts mais resumidos, breves comentários sobre temas diversos seriam de grande utilidade para seus leitores. O seu blog é muito bom.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pretenso milionário, fico feliz em saber que mais de 1 (uma) pessoa lê está bagaça aqui, rs

      Vou pensar nos posts mais resumidos e com maior frequência.

      Obrigado pelas palavras.

      Abraços

      Excluir
    2. Acho que você tem mais leitores do que imagina, rs.

      Excluir
  3. Eu gosto muito dis seus comentários nos outros blogs rs. Mas acho q o acompanhamento mensal de vcs deve dar mt trabalho e tem um formato engessado ( não podia ser diferente). Acho q em posts mais curtos vcs costumam levantar as melhores questões , abraços

    ResponderExcluir
  4. Essa economia furada ai ... até empresas como ciel.. itub ... só levando ferro ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. empresas lucrando e crescendo. seu conceito de ferro é cotação?

      Excluir
    2. ITUB teve resultado recorde! E CIEL também cresceu! O problema é a perspectiva econômica com esse "desgoverno"...

      Excluir
    3. Enquanto achismos não alterarem significativamente o resultado das empresas...

      Excluir
    4. Rodolfo, o mercado é muito louco. Se tentar entender vai ficar doido também, ou vai acabar vendo figuras nos gráficos como quem vê constelações no céu estrelado.

      Ícaro, concordo que é mais importante olhar os resultados que cotação. Cotação reflete expectativas que podem ou não se concretizar. O problema é quando estas expectativas se concretizam ...

      DH, é isso aí.

      Abraços

      Excluir
  5. EI,

    Faço coro aos colegas acima. O seu blog é um dos meus preferidos e a sua presença engrandece a nossa blogosfera financeira.

    Espero que você não suma e continue participando da nossa comunidade.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, obrigado pelas palavras.

      Não vou sumir, o que acontece é que eu gostaria de me dedicar mais ao blog mas não tenho tempo, então fica uma relação meio frustrante, pois não consigo colocar aqui tudo que penso.

      Tenho certeza que eu poderia contribuir muito mais, mas não encontrei o modelo adequado para fazê-lo.

      Seguimos jogando ... me perdoem apenas por não ser tão ativo como deveria.

      Abraços

      Excluir

 

Seguir por e-mail

Posts Populares

Blogs Favoritos

Estatísticas